Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Inspirada coleção esportiva à francesa faz bonito na catwalk

Kellan Lutz e Selita Ebanks aprovam a primorosa linha do português Felipe Oliveira Baptista, o novo titular da marca

Redação Publicado em 20/09/2011, às 12h36 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

De pólo branca, Kellan Lutz confere o verão da Lacoste. - Jayme de Carvalho Jr.
De pólo branca, Kellan Lutz confere o verão da Lacoste. - Jayme de Carvalho Jr.

Em plena semana de moda de New York, um estreante estilista português arrebatou aplausos no comando de uma icônica grife francesa fundada em 1933. Nascido nos Açores e radicado em Paris, o novo diretor criativo da Lacoste, Felipe Oliveira Baptista (36), entrou na passarela da Mercedes-Benz Fashion Week com o pé direito e encheu os olhos de fashionistas e celebridades que lotaram a sala The Theatre do Lincoln Center com uma coleção primorosa, sofisticada e inovadora. “Desfilar em New York foi uma experiência excitante, diferente de tudo e com uma proporção enorme. A expectativa era grande, estou feliz com o resultado”, confessa Felipe, apontado como uma das grandes revelações da moda europeia.

Na primeira fila, vips como a top e atriz Selita Ebanks (28) e o galã Kellan Lutz (26) seguiam atentos o caminhar cheio de bossa das tops. “Adorei o desfile, um dos mais bonitos da temporada. O novo estilista é incrível e mostrou que veio para ficar. Na coleção masculina, me impressionam os paletós bem cortados. Já para as mulheres, gostei dos tecidos que pareciam escorregar no corpo. Minha peça preferida é uma capa com decote revelando as costas. Tudo sexy, mas com muita classe”, diz o ator da saga Crepúsculo.

Editores de moda também se renderam ao talento do português que reinventou clássicos da grife, como a polo de algodão, para buscar a essência do sportswear de luxo francês. As proporções são alongadas, as cavas surgem exageradas e a cartela de cores combina os tradicionais azul-marinho, preto e bege com blocos de tons vibrantes de vermelho, verde e amarelo. “Procurei me basear nos clássicos e focar meu olhar no futuro”, justifica ele. “Uma das apostas é a variação do vestido em estilo camisa de rúgbi, mas tive a preocupação em criar um guarda-roupa completo, com capa, calça cargo, blazer de malha, parka, vestido fluido... Para a sorte de vocês, o Brasil tem tempo bom o ano todo; creio que a brasileira vai se identificar com as peças que exaltam as formas do corpo”, soma Felipe, que se formou na prestigiada Kingston University, de Londres.

O estilista contou que os dias que antecederam o desfile foram exaustivos. “Adoro New York, mas desta vez não consegui passear ou aproveitar nada”, comentou ele. Já executivos como Christophe Chenut (48), CEO da Lacoste Worldwide, Steve Birkhold (48), CEO da Lacoste nos EUA, e os brasileiros Ricardo Palmari (46), CEO da Lacoste no Brasil, e Solange Francisco (41), diretora de marketing, começaram a celebrar o sucesso da marca na quinta-feira, dia 8, com festa na flagship da 5ª Avenida. Por conta do Fashion’s Night Out, evento de incentivo ao comércio em grandes cidades do mundo, a loja ficou aberta até tarde e centenas de pessoas fizeram fila para conhecer as novidades da grife e badalar em torno da label criada pelo tenista René Lacoste (1904-1996), o Crocodilo.