Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Dilma: 'Uso mais saias, por ser mulher'

A presidente Dilma Rousseff revelou um pouco de sua intimidade a Patrícia Poeta, em entrevista que foi ao ar neste domingo, 11, no 'Fantástico'

Redação Publicado em 11/09/2011, às 23h05 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Dilma Rousseff - Divulgação/TV Globo
Dilma Rousseff - Divulgação/TV Globo

A presidente Dilma Rousseff (63) não tem um assistente para ajudá-la a escolher suas roupas, faz a própria maquiagem e adora arroz, feijão, bife e batata frita. Dilma revelou um pouco da rotina em Brasília, em entrevista a Patrícia Poeta (34) que foi ao ar no Fantástico deste domingo, 11. "Tenho usado mais saias pelo fato de ser mulher. Já sabia me maquiar, não fazia antes porque não queria", revelou a presidente.

O bate-papo começou no Palácio do Alvorada. A residência oficial tem oito suítes na área privativa, uma sala de cinema para até 30 pessoas e um salão de jogos onde Dilma grava o programa semanal de rádio. "O palácio não é um lugar feito para as pessoas morarem. Tem que ter um patins para andar aqui dentro. Ou um skate", disse Dilma. São 143 empregados para tomar conta da manutenção do Alvorada, onde Dilma recebe eventualmente visitas de familiares.

A presidente mostrou obras de arte, como uma tapeçaria de Di Cavalcanti, e contou que a biblioteca é seu espaço favorito no palácio. "Aprendi a ler no iPad. Hoje em dia leio e-books. Mas gosto do cheiro do papel, de folhear", contou. A biblioteca também serve de lugar para reuniões da presidente com a equipe.

Dilma também falou sobre a saúde. A presidente acorda cedo e, antes de começar a trabalhar, faz uma caminhada diária de pouco mais de uma hora. "Estou tentando emagrecer quatro ou cinco quilos, para voltar como estava antes da eleição", afirmou. A presidente faz acompanhamento médico de seis em seis meses, por causa do câncer que enfrentou antes da eleição.

No Palácio do Planalto, a presidente mostrou, em seu gabinete, outras obras de artes e fotos do neto e da filha em porta-retratos. Também falou sobre política e comentou sobre seu estilo de administrar. "Porque sou mulher e estou no cargo, as pessoas acham que sou dura. Tenho que exercer a autoridade que o povo me concedeu. Se não fizer isso, não dou exemplo e as coisas não saem", disse. DIilma também insistiu que o Brasil estará pronto para a Copa de 2014.