Diamante de Pelé é doado a hospital

Maria Lúcia do Nascimento, irmã de Pelé, visita Hospital Pequeno Príncipe em Curitiba e faz doação de diamante do astro do futebol

Publicado terça 4 maio, 2010

Maria Lúcia do Nascimento, irmã de Pelé, visita Hospital Pequeno Príncipe em Curitiba e faz doação de diamante do astro do futebol
Maria Lúcia do Nascimento e Ety Cristina Forte Carneiro com uma paciente do Hospital - Divulgação
Um diamante cor champanhe, de 0,6 quilates, com o valor estimado em 15 mil reais. A pedra preciosa que poderia estar em alguma valiosa joia transformou-se em um ato de solidariedade. A peça singular foi feita com os cabelos do grande jogador Pelé e doada ao Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe (IPP), em Curitiba, pela irmã do atleta, Maria Lúcia do Nascimento. Recebida pela coordenadora de relações institucionais do hospital, Ety Cristina Forte Carneiro, Maria Lúcia aproveitou a oportunidade para dedicar um tempo às crianças do Hospital Pequeno Príncipe. "O presente foi meu por poder estar aqui. Eu sei do trabalho feito pelo hospital e acredito que só o amor e a dedicação podem suprir tudo", disse emocionada. Quando foi encomendado, em 2009, o exótico diamante seria dado à mãe de Pelé, Dona Celeste. Alegando que o maior presente para ela é o filho, preferiu dar um belo exemplo de solidariedade e doar a peça ao IPP. O gesto fez parte da comemoração dos quatro anos da instituição, que realiza entre outras pesquisas, estudos na área de biotecnologia aplicada contra o câncer em crianças. Feliz, a diretora de relações institucionais do Instituto, Mara Lúcia Cordeiro, disse que a valiosa peça provavelmente será leiloada e que a doação reforça os laços com o Rei Pelé e ajuda a salvar vidas. É um "diamante de generosidade, de vida, por isso é eterno", avaliou.

Último acesso: 06 Jul 2020 - 18:27:17 (144430).