Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

CRAOUES DA MÚSICA AGITAM A FESTA DA VITÓRIA

SILVERA, FERNANDA PORTO E OUTRAS FERAS DO SOM TOCAM PARA VIPS COMO LUCIANA GIMENEZ

CARAS Digital Publicado em 28/06/2006, às 18h33 - Atualizado em 16/01/2019, às 12h41

O Brasil classificado para as quartas-de-final: famosos festejam mais um trunfo na Festa da Vitória, realizada por CARAS e HSBC.
O Brasil classificado para as quartas-de-final: famosos festejam mais um trunfo na Festa da Vitória, realizada por CARAS e HSBC.
por Elenice Brígida Lombardo, Ana Claudia Duarte, Marta De Divitiis e Alberto Santiago Entusiasmo e confiança. O progresso da seleção de Carlos Alberto Parreira (63) - agora classificada para as quartas-de-final da Copa na Alemanha, após o 3 x 0 sobre Gana - contagiou os 300 vips reunidos em mais uma concorrida Festa da Vitória, realizada por CARAS e HSBC no Centro de Convenções do hotel Caesar Park Faria Lima, em São Paulo. E, como não há festa sem música, uma verdadeira seleção de talentos foi escalada pelo produtor musical Alexandre Ktenas (37), para o deleite de estrelas como Luciana Gimenez (35). "Cada jogo é um sufoco e, claro, mesmo com todo o favoritismo, a gente só respira aliviada no apito final", disse a apresentadora do Superpop, da Rede TV!, que, além de aplaudir os cantores Claudio Zoli (40), Fernanda Porto (40), Silvera (28) e Max de Castro (32), fez questão de personalizar sua camiseta, com a ajuda das alunas da Universidade Anhembi Morumbi, encarregadas de enfeitar as peças. No palco, a animação era total. Enquanto Zoli atacou com hits de sua autoria como Noite do Prazer e À Francesa, e canções de seu novo CD, Zoli Club, Fernanda agitou o público com Bola, que compôs em parceria com Vitor Bellis, em homenagem ao esporte número 1 do país. Em seguida, Silvera, preparando seu terceiro disco, trouxe o melhor da black music e Max - aplaudido também pela mulher, Bárbara Gomes (31), e o filho Antonio (3) - entoou No Balanço das Horas, que dá nome ao seu quarto CD, Samba Raro e sucessos de Zeca Pagodinho (47) e Jorge Benjor (60). "Apesar de saber que em Copa tudo pode acontecer, estou otimista. Sinto quase que uma conspiração histórica para que levemos esta taça; somos penta e francamente os favoritos", opinou Max. "Busquei trazer ao evento o que está rolando de bacana no Brasil e no mundo", explicou o produtor Ktenas, que também convocou a DJ Mary Zander (29). "Misturar Mary com Fernanda Porto, por exemplo, é o mesmo que mixar Robinho e Cafu: cada um no seu estilo, mas dá supercerto", comparou ele, que, ao saber da presença do ator e cantor Juan Alba (41), o convidou para aclamadíssima canja. "Foi uma surpresa, mas uma delícia cantar ao lado destas feras", disse Juan, acompanhando pela namorada, a repórter esportiva da Globo Delisiée Teixeira (29), e pela filha caçula, Valentina (9), fruto de seu casamento com Ludmila Alba (41), com quem teve ainda Victoria (14). "Estou num momento especial, podendo me dedicar à TV e à música, e vivendo novamente a emoção gostosa e saudável de um começo de namoro", disse o empresário Marco Aurélio de Malhação. Com sua banda, Juan Alba & Os Caras, o ator e cantor se apresenta nos fins de semana em São Paulo, às quintas- feiras no O Bar Baro e, às sextas, num projeto acústico do Café de La Musique, que traz um convidado novo a cada show. "Agora, para melhorar, é só o Brasil levar o hexa. Os jogos serão cada vez mais difícieis, mas confio no Parreira", completou Juan Alba. "Adorei os shows e dancei até", afirmou Luisa Mell (27), que brilha à frente do Late Show, na Rede TV!, e era uma das mais animadasna pista. "A gente sofre tanto a cada drible que depois tem mesmo é de extravasar", disse a jovem estrela, que agora agrega reportagens sobre o meio ambiente às pautas dedicadas à defesa dos animais que fazem o sucesso do seu programa. "Vamos fazer viagens ecológicas e contar histórias surpreendentes", prometeu. Entre as beldades presentes, chamava a atenção a vibração da atriz Grazielli Massafera (23), Renata Fan (27), que apresenta com Milton Neves (54) o Debate Bola e o Terceiro Tempo, na Record, e o Golaço, na Rede Mulher, a apresentadora Amanda Françozo (26), da Gazeta, e a atriz Carla Regina (29), estrela de Cidadão Brasileiro, novela da Record. "Gosto de Copa, pois não há divisão de times, todo mundo é Brasil. Sou carioca, mas por amor, até virei corintiana. Quer mais paulistana?", brincou Carla, acompanhada do namorado, o ginecologista e escritor Malcolm Montgomery (53). "Adoro futebol. Viajei por vários países integrando o time do Clube Pinheiros, onde jogava como volante, e conheço a emoção de ouvir o nosso hino em um estádio no exterior. É indescritível", lembrou Malcolm, que acaba de lançar mais um livro, Mulher e Seus Hormônios...Enfim Em Paz. "Imagino. Tem gente que acha que futebol é coisa só de homem. Nós, mulheres, quando amamos o esporte, assistimos aos jogos de maneira mais acurada. Não é só coração, não", observou Renata. "Sou são-paulina e vejo jogos até quando estou sozinha, em casa", comentou Amanda. "Estou feliz em ver que Parreira consegiu criar mais entrosamento entre os jogadores veteranos e os novatos. Eles seguem concentrados, mas nós podemos celebrar", disse ela, na festa que teve uísque e espumante da Casa Flora, cervejas Baden-Baden e drinques by Sagatiba, que incluíam caipirinhas e o wallpaper, misturando maracujá e leite condensado. "Estou animadíssima com nossa Seleção e uma festa assim só aumenta o nosso alto-astral", afirmou a modelo e apresentadora Pietra Ferrari (27), recebida por Paulo Maia (47), Helio Duarte (60) e João Rached (52), diretores do HSBC. "Fico emocionada com este sentimento coletivo de patriotismo e torço mesmo para que nos saiamos bem. Somos um povo com tão poucas alegrias. Tal felicidade não remediará os problemas de ninguém, mas não deixa de ser um prazer", analisou Luciana Vendramini (35), que atualmente ensaia o monólogo dramático S.a.r.a.h.. "O povo merece o hexa", concordou o ex-jogador Paulo Nunes (34), que brilhou como atacante do Palmeiras e do Grêmio. "O melhor da Copa, depois da vitória, claro, é ver todo este entrosamento das pessoas", avaliou o ortopedista das estrelas Moisés Cohen (52). "E que bom que até agora não tivemos nenhuma lesão grave", concluiu o expert paulsita, que já operou diversos craques. "Vivemos um momento mágico. O povo brasileiro merece muito esta alegria", ratificou o simpático Odair Dutra (46), diretor-regional da rede de varejo do Estado de São Paulo do HSBC. "É bom estar nesta festa, na companhia de gente bonita", afirmou Rosaline Nunes (45), diretora de segmento Premier do banco, que recebeu ainda o casal de empresários Carlos e Cida Hespanhol. "Nossa seleção está com pinta de campeã. Viva Ronaldo, o Fenômeno", comemorou Glen Valente (43), diretor de marketing do HSBC. "Nossa parceria com a CARAS vem desde o ano passado. O sucesso dela está aqui, nesta festa magnífica que reúne tanta gente interessante", completou ele, orgulhoso do sucesso do evento, decorado por Marcelo Bacchin (38). "Exaltamos o Brasil nos arranjos de helicônia, alecrim, sementes de urucum e vasos com pimentinha, dispostos nas mesas sobre toalhas de tons suaves, cru e verde, com grafismos nas cores da nossa bandeira. Nos móveis, rattan e junco. Além das bananeiras, que dão o toque tropical", disse Bacchin. "Mauro também está confiante e, da Alemanha, comenta que é visível o progresso e o entusiasmo", contou a atriz Patrícia Novaes (40), referindo-se ao marido, o jornalista da Globo Mauro Naves (46). "Só me resta festejar cada avanço", emendou ela, que levou à festa os filhos Raíssa (9) e Maurício (5), e admirou a obra do artista plástico Zilando Freitas (41). Enquanto isso, Grazi encantava a todos com sua beleza e simpatia. A atriz está feliz da vida com a expectativa de sua estréia em novelas: em Páginas da Vida, próxima trama global das 8, ela viverá Thelma, moça simples do interior de Minas, que vai morar no Rio. "A vida está uma correria, são muitos compromissos. Mas faço questão de festejar as vitórias do Brasil. Acredito na tática do Parreira, vamos chegar lá", disse. "Na Copa, sinto os brasileiros mais unidos. É uma sensação boa. E festas estilosas como esta geram energia positiva para a nossa Seleção", disse. "Vamos com fé que essa será nossa", animou- se Luciana Gimenez, que, vendo a mostra Brasil Penta, com fotos do livro homônimo de Edgardo Martolio (55), superintendente editorial de CARAS, já ensaiou o gesto que todos os brasileiros esperam ver o capitão da Seleção, Cafu, fazer no dia da final, 9 de julho: erguer a taça da Fifa. VEJA TAMBÉM: ENTRE AMIGOS, DANIEL COMEMORA VITÓRIA DA SELEÇÃO ANTES DE ACIDENTEAgradecimentos: Chris Ayrosa, Entreposto, Everlast, Grifes & Design, Hotel Caesar Park Faria Lima, Universidade Anhembi Morumbi. FOTOS: CRIS VILLARES / MARIA CRISTINA VILLARES; JOÃO PASSOS / BRASIL FOTOPRESS; SAMUEL CHAVES / S4 PHOTO PRESS