Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Castanha-de-caju torrada

Para preparar a receita do chef, penne ao perfume da primavera

Redação Publicado em 12/07/2010, às 13h40 - Atualizado às 13h41

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Castanha-de-caju torrada
Castanha-de-caju torrada
Originário da América do Sul, o cajueiro (Anacardium occidentale) é uma das principais árvores frutíferas do Nordeste. Seu fruto dividisse em duas partes: o caju, que é consumido como fruta, e a castanha, envolta por carapaça dura em formato de rim. Mais energética do que o fruto, a castanha tem elevado teor de proteínas e vitaminas. No caju novo, a castanha verde, macia e de sabor peculiar, é chamada maturi, utilizado no Nordeste para o preparo de frigideiras e de moquecas. À medida que o caju amadurece, a castanha se atrofia. Seu beneficiamento se constitui de um processo longo e complexo, que termina com a fritura da castanha em óleo. Isso a deixa crocante e com a cor amarronzada. Pode ser consumida como tira-gosto ou utilizada para o preparo de muitas receitas, que vão de um arroz especial aos recheios de aves. Picada fino, é muito empregada na confeitaria para decorar bolos e tortas. SaúdeÉ bom para Dar energia, pois é fonte de gordura boa; e ser usada para a redução do colesterol e do risco de doenças cardíacas, porque é formada por ácidos graxos monoinsaturados. É ruim para Quem está acima do peso, pois é muito calórica; e ser consumida por quem sofre de distúrbios gastrointestinais, já que, pelo alto teor de lipídios, tem digestão difícil. Ficha Técnica 100 g de castanhas-de-caju torradas contêm: Calorias - 574 Proteínas - 15,3 g Carboid. - 32,7 g Gordura - 46,4 g Fibras - 6,9 g Colesterol - 0 mg Vit. B1 - 0,2 mg Vit. B2 - 0,2 mg Vit. B6 - 0,256 mg Niacina - 1,4 mg Folacina - 69,2 mcg Ác. pant - 1,22 mg Vit. E - 0,57 mg Cálcio - 45 mg Cobre - 2,22 mg Ferro - 6 mg Magnésio - 260 mg Como se escolhe As castanhas torradas, na verdade fritas, podem ser encontradas nas casas de produtos naturais e em alguns supermercados embaladas em sacos plásticos ou latas. Prefira as orgânicas, porque não têm aditivos químicos, prejudiciais à saúde. Quando a embalagem permitir, verifique a uniformidade e a integridade das castanhas. Rejeite se estiverem quebradas, mofadas ou com carunchos. Podem ser também picadinhas, chamadas de xerém. Veja as condições da embalagem e dados do produtor. Se provierem da agricultura familiar, procure conhecer a procedência e veja o prazo de validade. Compre as mais frescas, porque, como têm gordura, podem ficar rançosas. Minha receita: Para acompanhar com vinho do PortoPenne ao perfume da primavera Ingredientes (para 4 porções): 240 g de berinjela, 2 col. (sopa) de azeite de oliva extravirgem de boa qualidade, 1/2 maço médio de rúcula higienizada, bem lavada delicadamente de preferência em água corrente, seca e cortada em tiras finas, 200 g de tomatescereja bem lavados e secos, 200 g de castanhas-de-caju, 2 col. (chá) de sal, 500 g de penne de sêmola de grano duro Petybon, 80 g de queijo gorgonzola ralado, 200 g de queijo mascarpone, folhas de manjericão higienizadas, bem lavadas em água corrente e secas. Modo de preparo: Corte a berinjela em tiras de aproximadamente 8 cm x 0,5 cm. Reserve. Aqueça o azeite de oliva extravirgem numa frigideira antiaderente grande. Grelhe as tiras de berinjela. Acrescente as folhas de rúcula, os tomates-cereja e as castanhas-de--caju. Refogue por cerca de 3 min, salteando com cuidado. Tempere com 1 pitada de sal e retire a frigideira do fogo. Reserve o refogado. Coloque a massa numa panela com 5 litros de água fervente e o sal restante. Cozinhe por cerca de 8 min, ou até a massa ficar al dente. Retire do fogo e escorra toda a água com muito cuidado. Misture a massa com os ingredientes reservados. Acrescente o queijo gorgonzola e o mascarpone. Sirva decorado com as folhas de manjericão. Drink do DerivanPorto Coffee. O coquetel criado pelo famoso restaurante português Casa Branca reúne vinho do Porto, brandy, natas frescas (creme de leite) e xaropede amêndoas. Também são colocados grãos de café especiais para dar um toque perfumado ao drink. Ingredientes: 30 ml de vinho do Porto, 10 ml de brandy, 10 ml de creme de leite, 10 ml de xarope de amêndoas. Modo de preparo: Numa coqueteleira, coloque gelo, o brandy, o vinho do Porto, o creme de leite e o xarope de amêndoas. Bata bem e sirva numa taça de vinho do Porto da Royal Collection. Grãos de café decoram.