Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

BODAS DE OURO DO EMBAIXADOR

EM PORTUGAL, PAES DE ANDRADE E ZILDA FESTEJAM COM A FAMÍLIA

Redação Publicado em 05/03/2007, às 12h32

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
O casal com as filhas Karla, Mônica e Isabel e os genros Alexandre e Sérgio. A família se reúne em Lisboa para celebrar os 50 anos de união de Paes e Zilda
O casal com as filhas Karla, Mônica e Isabel e os genros Alexandre e Sérgio. A família se reúne em Lisboa para celebrar os 50 anos de união de Paes e Zilda
Vivendo em Lisboa desde agosto de 2003, o cearense Antonio Paes de Andrade (79), embaixador do Brasil em Portugal, e a esposa, Zilda Maria (69), receberam a família na residência oficial, no bairro do Restelo, para celebrar além-mar seu aniversário de 50 anos de casamento. As quatro filhas do casal, Mônica (49), Karla (46), Isabel (41) e Patrícia (37), viajaram a Portugal com os maridos - respectivamente Eunício Oliveira, deputado federal e ex-ministro das Comunicações do governo Lula, Alexandre Paes Santos, empresário, Sérgio Banhos, procurador do DF, e Luis Costa Pinto, jornalista - e os filhos, para a reunião, também excelente oportunidade de brindar à volta de Paes de Andrade e Zilda ao Brasil, em abril. Ex-presidente da Câmara dos Deputados, o embaixador está disposto a enfrentar novos desafios: "Ainda posso ser útil ao meu país."- Como foi celebrar as bodas?Paes de Andrade - Foi uma grande emoção. Dois padres celebraram a missa na capela da chancelaria. À noite, uma festa bonita reuniu embaixadores e amigos. E a presença de nossas filhas, genros e netos foi um grande presente. - Qual o segredo de uma união tão duradoura?Paes de Andrade - É o da comunhão que repousa na fé. - Como vocês se conheceram?Zilda - Somos os dois cearenses, mas nos conhecemos no Rio de Janeiro. O meu pai também pertencia ao meio político. Paes de Andrade - Zildinha era muito jovem. Eu tinha forte admiração pelo pai dela, José Martins Rodrigues, que foi líder partidário na Câmara Federal e ministro da Justiça. Nossa história é curiosa, porque eu a conheci, noivei e casei em apenas 11 meses. - Foi uma paixão fulminante?Zilda - Naquele tempo não havia essa coisa de paixão fulminante. Nos casamos e, felizmente, a união deu certo. Fomos abençoados com uma bela família. - Embaixador, como sua esposa contribuiu com sua carreira? - Zildinha sempre foi uma mulher presente, atuante e bem articulada. Fez um trabalho bonito aqui em Portugal, organizando diversas iniciativas e mantendo ótima relação com outras embaixatrizes. Zilda - Sempre gostei de Portugal e fiz grandes amizades. Antes de virmos morar aqui já havíamos visitado o país umas 35 vezes! - Sua missão em Portugal termina em abril. Haverá uma próxima ou pensa em se aposentar?Paes de Andrade - Não dá para me aposentar... Ainda posso ser útil ao meu país. Estes anos aqui foram agradáveis e espero voltar sempre. Zilda - Vivemos aqui uma experiência interessante e muito rica. É bom voltar para Brasília, nossa casa, mas também ficamos felizes por nosso trabalho em Portugal, com a sensação de dever cumprido. FOTOS:CARAS PORTUGAL

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!