Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / Desabafo

Luciana Gimenez revela que sofre com baixa autoestima: ''Eu me acho feia''

Em vídeo, Luciana Gimenez desabafa e revela sofrer com baixa autoestima

CARAS Digital Publicado em 05/01/2021, às 09h57 - Atualizado às 10h32

Luciana Gimenez revela que sofre com baixa autoestima - Reprodução/YouTube
Luciana Gimenez revela que sofre com baixa autoestima - Reprodução/YouTube

Luciana Gimenezusou o seu canal no YouTube para revelar que sofre de autoestima baixa.

Em um longo desabafo, a apresentadora afirmou: "Eu tenho a autoestima baixa. Eu me acho feia, acho que sou alta demais, não gosto das minhas pernas nem da minha bunda. A minha barriga é bonita, ok? Mas, como eu vou falar de autoestima para as pessoas?"

Ela ainda relembrou as dificuldades que enfrentou na infância por conta do seu corpo: "Me chamavam de saracura. Eu chorava horrores porque eu tinha um metro e vinte de pernas e o restinho assim do corpo. Eu usava calça de moletom por baixo do jeans para aparecer com as pernas mais grossas. Quando eu era modelo, eu saia com o meu book e batia em 15 lugares e, normalmente, desses 15 lugares, 14 falavam que o nariz era feio, que não tinha queixo, cara redonda, alta demais, baixa demais, seus pés são longos demais, não tem os cabelos loiros. Então, você acaba se achando horrível".

"Eu sempre tive problemas de autoestima. Quando eu estou toda arrumada e toda produzida, eu entendo que é um personagem e eu olho e falo: 'nossa, eu estou bonita'. Mas, não é uma coisa que eu tenha conquistado dentro de mim todos os dias", completou.

A morena também garantiu que não está se "fazendo de vítima". "[...] A verdade é que eu resolvi mostrar um pouquinho mais quem é a Luciana porque eu acho que as pessoas têm uma ideia errada de mim. Acham que eu sou perfeita, que eu me acho bonita, que eu me acho acima de outra pessoa. Não! Eu sou exatamente igual a você. Eu me amo? Eu acho que eu me acolho muito, que batalho muito e tenho muitas dificuldades como todo mundo".