Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Condenação de Félix, o vilão de 'Amor à Vida', já soma 35 anos de prisão

O administrador do hospital San Magno responderia, na vida real, pelos crimes de tentativa de homicídio e violência contra a mulher

Thiago Azanha Publicado em 01/08/2013, às 08h16 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Félix seria condenado a 35 anos de prisão pelos crimes cometidos em 'Amor à Vida' - Divulgação/TV Globo
Félix seria condenado a 35 anos de prisão pelos crimes cometidos em 'Amor à Vida' - Divulgação/TV Globo

Félix Khoury (Mateus Solano), o vilão de Amor à Vida, já mostrou desde os primeiros capítulos da trama escrita por Walcyr Carrasco que não tem muitos escrúpulos para conseguir atingir seus objetivos.

Ele já sequestrou e abandonou numa caçamba a então recém-nascida Paulinha (Klara Castanho), filha da sua irmã Paloma (Paolla Oliveira). E no capítulo da última quarta-feira, 31, deu um tapa na cara e fez ameaças à sua mulher, Edith (Bárbara Paz).

"Quem rouba um bebê e o deixa numa caçamba, no mínimo, deseja ver essa criança morta. O Félix assumiu o risco ao colocar a vida do bebê em perigo. No caso, ele cometeu o crime de tentativa de homicídio, e pode pegar de 12 a 30 anos de prisão", explicou o criminalista Paulo Ramalho para a Caras Online.

+ Mateus Solano se incomoda com críticas negativas a Félix

Já a agressão -- e ameaça psicológica -- contra Edith lhe renderia até cinco anos de prisão. "A lei 11.340, mais conhecida como Lei Maria da Penha, poderia ser aplicada ao Félix e, se condenado, pegaria de dois a cinco anos de detenção, sem direito a fiança", afirmou Paulo.

Por outro lado, Félix poderia se livrar com mais facilidade do crime de assédio moral contra a secretária Simone (Vera Zimmermann), a quem o vilão costuma se referir como "cadela" e outros adjetivos nada gentis.

"Esse tipo de crime costuma se resolver no plano da indenização. Eles podem fazer um acordo financeiro", contou o criminalista.

+ ‘Quero ver o Félix humilhado’, diz Thalles Cabral, que interpreta o filho do vilão

Até agora, o vilão poderia ser condenado a 35 anos de prisão pelos crimes de tentativa de homicídio e violência contra a mulher, sendo que ele cumpriria no máximo 30 anos em regime fechado. Outro atenuante, seria o fato de ele ser réu primário.

Vale lembrar que a novela de Walcyr Carrasco estreou há pouco mais de dois meses, e tem ainda mais cinco meses pela frente. Neste tempo, Félix poderá aumentar ainda mais sua pena na vida real, caso venha a cometer outros crimes.