Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Daniela Mercury diz que quase virou freira e rezou ‘para que passasse o tesão’

Daniela Mercury conta para Marília Gabriela que passou 10 dias em um convento quando era moça. 'Fiquei entre virar freira e fazer sexo pela primeira vez. Fiquei 10 dias em um convento quando era moça, rezando para que passasse o tesão', declarou

CARAS Online Publicado em 27/08/2013, às 13h13 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Daniela Mercury e Marília Gabriela - Carol Soares/ SBT
Daniela Mercury e Marília Gabriela - Carol Soares/ SBT

Daniela Mercury é a próxima entrevista do Gabi Quase Proibida, que vai ao ar nesta quarta-feira, 28. A cantora fala abertamente sobre sua sexualidade e do relacionamento com a jornalista Malu Verçosa, que causou polêmica no começo do ano, quando a baiana se declarou bissexual. 

"Sou militante social, claramente livre, não me prendo a pudores", disse. "Não gosto da palavra assumir. Eu comuniquei a minha relação (com Malu)", falou. 

Muito antes de sonhar com a carreira de cantora, Daniela disse que quase se tornou freira. "Fiquei entre virar freira e fazer sexo pela primeira vez. Fiquei 10 dias em um convento quando era moça, rezando para que passasse o tesão", revelou. 

+ Ivete Sangalo beija Mônica Iozzi em apoio a Daniela Mercury

Durante a conversa, Daniela ainda disse que a sexualidade 'é uma coisa natural' para ela. "Nunca me senti proibida de me relacionar com homens ou mulheres", declarou. "Tive poucas relações com mulheres. Nunca neguei estar com mulheres, mas realmente as minhas relações mais longas haviam sido com homens". 

A cantora declarou que está quebrando padrões e disse que está apaixonada por Malu. "Casamento virou uma delícia", comentou. Daniela também afirmou que seus filhos já sabiam do relacionamento dela com a jornalista antes da imprensa e deram risada com a repercussão da notícia.

+ Daniela Mercury protesta contra a homofobia no país: 'Estou nesta luta'

O projeto de cura gay, proposto pelo deputado Marco Feliciano, também foi abordado na conversa. "O Brasil não é tão conservador quanto a gente imaginava. Essa tal “cura gay” é oportunista", declarou. 

+ ‘Quem precisa de pastores são ovelhas’, diz Daniela Mercury