Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Daiana Garbin desabafa após diagnóstico da dismorfia: 'Não é excesso de vaidade'

Esposa de Tiago Leifert esteve no 'Encontro com Fátima Bernardes' e relatou como vive com o transtorno da disfunção da imagem

CARAS Online Publicado em 03/05/2016, às 12h02 - Atualizado às 13h00

Daiana Garbin - Reprodução TV Globo
Daiana Garbin - Reprodução TV Globo

A jornalista Daiana Garbin, esposa de Tiago Leifert, revelou no Encontro desta terça-feira, 3, as dificuldades de conviver com o transtorno da disfunção da imagem, também conhecido como dismorfia.

+ Daiana Garbin, esposa de Tiago Leifert, se despede da TV Globo com agradecimento nas redes sociais

Com o transtorno, ela enxerga seu corpo diferente do que ele é. "É uma doença que fica escondida dentro da nossa vergonha. A gente sente muita vergonha de falar", disse. "É a minha maior vulnerabilidade. A minha mãe sempre soube, desde os cinco anos, quando ela foi me buscar no balé e me encontrou chorando no cantinho porque eu já me sentia a mais gordinha de todas as meninas".

Ela desabafou: "Foi uma descoberta. É um sofrimento porque não é só um excesso de vaidade, as vezes eu não conseguia sair de casa porque eu não conseguia encontrar uma roupa e não conseguia saber como lidar com o que as pessoas iam falar", disse.

Daiana contou como aprendeu a conviver com a doença. "Como eu queria usar um vestido e aparecer de corpo inteiro na TV... Não vou à praia porque as pessoas vão me achar gorda. Nunca saio pensando que estou bonitona, magra, legal. Saio pensando que preciso enfrentar", disse.

Recentemente, a jornalista deixou o cast da TV Globo para lançar um canal no Youtube em que relata suas experiências. "Desde os 5 anos eu odeio meu corpo. Eu me olho no espelho e me sinto gorda, queria ser magra, já fiz as maiores loucuras para emagrecer, porque eu queria ser magra, seca, igual aquelas modelos palitinho, porque eu acho lindo", confessou.