Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / Lembranças

Cassia Kis diz que já fez um aborto e hoje luta pela vida

Cassia Kis abre o coração em conversa com Fátima Bernardes ao relembrar episódio marcante de sua vida pessoal

CARAS Digital Publicado em 12/05/2022, às 14h26

Cassia Kis no programa 'Encontro com Fátima Bernardes' - Foto: Reprodução / Globo
Cassia Kis no programa 'Encontro com Fátima Bernardes' - Foto: Reprodução / Globo

A atriz Cassia Kis, que está no elenco da série Desalma, do Globoplay, relembrou que interrompeu uma gestação quando tinha 29 anos de idade. Em participação no Encontro com Fátima Bernardes, ela disse que hoje em dia é contra o aborto e luta pela vida.

“Tive a experiência de fazer dois projetos (Pantanal e Barriga de Aluguel) que trouxeram a questão da maternidade de maneira muito forte para mim. Em 85 eu fiz um aborto, não foi um aborto espontâneo e isso mudou muito na minha vida. Hoje sou uma madrinha que defende e protege a vida. Hoje corro atrás de mulheres para não fazerem”, disse ela.

A artista ainda contou que suas personagens a influenciaram a querer ter filhos. “Tive seis filhos, quatro na terra e dois lá em cima. Essas mulheres transformaram minha vida, como as duas que comentei que me fizeram tomar a decisão de ter filhos. Eu achava que isso nunca ia acontecer, não me interessava mesmo. Mas, alguns papeis mudam nossa vida íntima”, contou.

Cassia Kis relembra a primeira versão de Pantanal

A atriz Cassia Kis esteve no elenco da primeira versão da novela Pantanal nos anos 1990. Ela interpretou Maria Marruá, que foi vivida por Juliana Paes (43) no remake da Globo. No Encontro, a artista relembrou uma história dos bastidores das gravações.

Eu lembro que, quando cheguei lá, havia uma nuvem de borboletas que durou três dias. Ou entrar no Rio Negro e o tempo todo ter piranhas, jacarés... Eu e o Marcos Palmeira pegamos até uma jiboia que tinha engolido um jacará. E estamos falando de um Pantanal há 32 anos, em uma condição mais generosa”, relembrou.

Então, ela falou sobre Juliana Paes, que assumiu sua personagem. “Ela me mandou flores, carinhosamente. É uma versão moderna, 30 anos depois, mas a gente está falando de uma atriz maravilhosa. Se eu tenho alguma coisa contra ela, é a beleza – ela é linda demais”, brincou.