Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Aguinaldo Silva sobre 1º capítulo: "Ele deve dizer: Preste atenção, seu Zé Ruela"

CARAS Digital Publicado em 04/02/2014, às 10h51 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Aguinaldo Silva - Ivan Faria
Aguinaldo Silva - Ivan Faria

Um dia após a exibição do primeiro capítulo de Em Família, de Manoel Carlos, Aguinaldo Silva, que está escrevendo sua próxima novela, cujo título provisório é Falso Brilhante, resolveu usar seu blog oficial para dar uma aula de como deve ser escrito um primeiro capítulo de novela.

+ Aguinaldo Silva faz crítica à originalidade das novelas

"O primeiro capítulo da novela é aquele que deve dizer com toda clareza ao telespectador: 'preste bem atenção, seu Zé Ruela, porque nos próximos seis, sete, oito meses o que você vai ter é isso'… E isso é a novela", ensinou.

Durante o texto, Aguinaldo contou ainda que escreveu seis versões do primeiro capítulo da trama - a última nesta terça-feira, 4, pela manhã - até se dar por satisfeito. 

"A versão que neste momento considero a definitiva do meu primeiro capítulo é na verdade a sexta. Era a quinta ontem às 21 horas de Lisboa quando considerei o resultado satisfatório… Mas hoje de manhã, quando fui reler o que ontem me parecia ótimo, tornou-se a sexta; pois durante a releitura comecei a mexer aqui e ali e, quando vi, tinha mudado tudo" , comentou o autor, dizendo que "sofre" ao escrever.

"Sou, claro, um aluno aplicadíssimo, que sempre dá tudo de si. E por isso, na prova final que é o Ibope, consegue as melhores notas. Mas isto não significa que eu seja um real especialista na matéria – sou, serei eternamente um aprendiz", comentou.

O autor finalizou o texto pedindo aos seus leitores que não o procurem ou o incomodem. "Por isso, a partir de hoje eu lhes peço: não me procurem nem me aborreçam, pois estou at work, ou seja: inteiramente devotado ao meu trabalho. Será dele, nos próximos seis, sete, oito meses, todas as horas dos meus dias. Mas não se preocupe, querido diário, pelo menos a você eu sempre terei tempo de vir contar as novidades; portanto, você e os que o lêem comigo, me aguardem", concluiu.