novelas Orgulho!

Sergio Guizé fala sobre sucesso de 'Eta Mundo Bom'!: ''Mensagem mais atual do que nunca''

Em entrevista exclusiva, ator da Globo comentou sobre o divertido caipira que viveu na trama

Felipe Gatto Publicado sexta 24 julho, 2020

Em entrevista exclusiva, ator da Globo comentou sobre o divertido caipira que viveu na trama
Protagonista da trama, artista elogiou o trabalho de Walcyr Carrasco e Jorge Fernando - Divulgação/TV Globo

''Tenho muito orgulho desse trabalho!"

Foi assim que o ator Sergio Guizé definiu o sentimento que ele tem ao acompanhar a reprise de Eta Mundo Bom!, trama atualmente exibida no Vale a Pena Ver de Novo.

Isolado com a companheira Bianca Bin em um sítio localizado em Indaiatuba, no interior de São Paulo, o artista bateu um papo exclusivo com a CARAS Digital nesta sexta-feira, 24, e falou sobre o sucesso da novela que, pela segunda vez no ar, tem atingido recordes de audiência para a Globo.

"Estou assistindo agora mais do que na época. Quando você está gravando, não dá! Tenho muito orgulho desse trabalho, eu não mudaria nada!", garantiu o famoso que deu vida ao mocinho Candinho.

Para o protagonista da obra de época, a mensagem positiva da história foi a principal responsável pelo bom desempenho dos números no Ibope. "A mensagem, em primeiro lugar. Ela faz mais sentido do que nunca. O mundo está ruim, uma doença geral, e a novela apresenta uma mensagem super positiva. Uma história para todas as idades, feita com muito amor. Todo mundo fazia de coração", ressaltou o dono do bordão "Tudo o que acontece de ruim na vida da gente é para melhorar".

Candinho nunca perdia o otimismo!

Guizé também elogiou o trabalho com o diretor Jorge Fernando, que faleceu em 2019. "O Jorginho foi muito importante para mim e esse personagem foi o nosso último juntos. A energia era muito boa, saudades dele. Ele me deu a liberdade de colocar a minha visão no personagem", explicou.

Ao contrário de alguns boatos, Guizé reforçou que o clima nos bastidores da novela era o melhor possível. "Muita saudade de todos. Na última cena da novela, todos choramos. Mas quando eu abracei o Juca [o burro Policarpo], foi muito emocionante", disse ele falando do animal que foi seu companheiro de cenas por muitos meses. "Reencontrei ele o ano passado para gravar algumas chamadas e fiquei muito feliz", entregou.

"A parceria do Jorge e do Walcyr fez história na TV", completou o ator também citando o escritor do folhetim Walcyr Carrasco, com quem trabalhou ainda em O Outro Lado do Paraíso (2018) e A Dona do Pedaço (2019).

Elenco brilhou na trama de época

Questionado sobre inspirações, o artista afirmou que pensou no icônico Charles Chaplin e também na sua própria família, para compor o personagem que enfrenta diversos apuros mas segue com uma postura correta e o seu jeitão todo otimista de ser. "O Walcyr Carrasco e o Jorge Fernando apostaram em mim, em um personagem que não era galã, era caipira. Vou agradecer eternamente pelo Candinho", falou.

Quando o assunto da conversa foi a pandemia, Sergio Guizé, que também é cantor e integrante da banda Tio Che, garantiu que a quarentena e a suspensão das gravações na TV Globo o fizeram se voltar mais para música, seja se aprofundando nos instrumentos, como na composição de novas canções. "Estamos fazendo lives, estudando violão, criando novas músicas. Logo teremos muita coisa boa vindo por aí", adiantou ele que apresentará quatro faixas inéditas em uma live que vai acontecer nesta sexta-feira, 24, às 22:00, no Youtube da rádio Kiss Fm.

Receba notícias da CARAS Brasil no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!

Último acesso: 09 Aug 2020 - 01:18:15 (358255).