Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Música / Show

Foster The People encara noite chuvosa em São Paulo e ensaia discurso de resistência política

Os cantores movimentaram o público mesmo com o clima péssimo da cidade paulista

Vitor Balciunas e Baárbara Martinez Publicado em 09/11/2018, às 16h51 - Atualizado em 14/01/2019, às 12h14

Foster The People - Manuela Scarpa/Brazil News
Foster The People - Manuela Scarpa/Brazil News

A banda Foster The People não teve a melhor sorte do mundo durante o Festival Summer Break na Arena Anhembi, em São Paulo, na noite de quinta-feira, 8, mas mesmo assim seguiram firmes.

Com uma chuva intensa e um público consideravelmente reduzido, os fãs demoraram um pouco para entrar no clima do show, mas aos poucos deixaram as dificuldades de lado e se entregaram ao som eclético dos californianos.

Além das músicas do mais novo trabalho, Sacred Hearts Club, a banda americana trouxe seus grandes hits: Houdini, Miss YouDon’t Stop e a tão esperada Pumped Up Kicks, que arrancou gritos da platéia e até mesmo passos de dança nas poças de água da pista.

Sem porcos voadores ou lista de políticos supostamente considerados fascistas, como fez o baixista Roger Waters, Mark Foster, vocalista do grupo, aderiu a onda de artistas internacionais que estão acompanhando a divisão que a eleição presidencial causou entre os brasileiros e usou seu microfone para demonstrar sua solidariedade com o momento de tensão de forma branda.“Politicamente está ruim para o Brasil e para o mundo, mas as coisas vão ficar melhores se vivermos nossas vidas com amor”, disse o artista tentando falar em português. 

A última vez que o gurpo se apresentou no Brasil foi no festival Lollapalooza em 2015.