Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Com 1 ano de idade, filho de Adele ganha processo contra paparazzi

Angelo irá ganhar uma quantia de cinco dígitos após uma agência de fotografia divulgar imagens dele para a imprensa

CARAS Digital Publicado em 23/07/2014, às 14h54 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Adele - GettyImages
Adele - GettyImages

Angelo, o primogênito de Adele e seu namorado, Simon Konecki, vai receber uma quantia de cinco dígitos (no mínimo 10 mil libras, que equivalem a R$ 37,7 mil) de uma agência de fotografia que perdeu o processo movido pela cantora em seu nome. A artista entrou com uma ação judicial depois que um paparazzo fotografou o menino, de apenas 1 ano, em um momento considerado particular da família. 

"Tem sido motivo de profunda tristeza que muitos dos momentos marcantes dele [de Angelo], como o primeiro passeio com a família em público e a primeira ida ao maternal, tenham sido fotografados e publicados mundo afora contra a vontade expressa dos pais dele", declarou a advogada Jenny Afia em comunicado.

Adele sempre se mostrou contra a divulgação de fotos não-autorizadas dos filhos de famosos e trabalha para que os paparazzi não a incomodem mais. 

"Essas imagens eram de rotina, momentos cotidianos da família que os paparazzi não tinham o direito de invadir, nem de lucrar com elas, nem de guardá-las em bancos de imagens para uso e buscas futuros", disse Jenny, em nome do casal. 

O valor exato da indenização não foi divulgado. A cantora irá guardar a quantia em nome de Angelo e a agência concordou em não divulgar mais as imagens.