Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
Música / Ele merece!

Em turnê nos EUA e em alta nas plataformas, Vintage Culture dispara: 'A música é a alma do negócio'

Vintage Culture conversa com a CARAS Digital sobre o atual momento de sua carreira

Isabela Thurmann Publicado em 06/08/2021, às 16h10 - Atualizado às 16h13

Em entrevista, Vintage Culture fala sobre sua carreira - Reprodução/Instagram
Em entrevista, Vintage Culture fala sobre sua carreira - Reprodução/Instagram

Vintage Culture (28) está com tudo!

Recentemente, emplacou dois hits como os mais vendidos no Beatport e está em turnê nos Estados Unidos. O DJ, inclusive, se apresentou no Lollapalooza Chicago.

Sua label party, Só Track Boa, vai ganhar uma edição no Brooklyn Mirage, ele foi convidado para participar do BBC Radio 1 Dance All Weekend e foi o único músico do Tomorrowland Around The World a se apresentar duas vezes.

Em conversa com a CARAS Digital, o produtor falou um pouco sobre como está se sentindo neste momento tão importante em sua carreira.

“A sensação é maravilhosa, amo produzir música e estar tão bem posicionado assim no Beatport é muito inexplicável. Eu sou workaholic e desde o começo eu acreditei que se eu trabalhasse duro e sempre me dedicasse de corpos alma eu poderia realizar meus sonhos e é isso que fiz e continuo fazendo”, começou dizendo sobre a principal plataforma de música eletrônica.

“Eu amo o Lollapalooza”, acrescentou sobre o show em Chicago. “Aqui no Brasil, sabemos o quão incrível o festival é, sempre é sensacional tocar aqui e eu me perguntava: ‘Como seria lá em Chicago?’ Esse ano pude realizar esse show/sonho, e não tenho palavras pra descrever”.

“Estar junto com a BBC Radio 1 é incrível, Pete Tong é uma lenda e ter o suporte deles é sem palavras, ansiedade a mil”, falou Vintage sobre o programa na rádio americana. “TML foi muito legal, porque eu tive oportunidade de fazer dois sets bem diferentes por conta de dois stages com linhas de som mais distintas, então foi irado, e é sempre muito legal trabalhar com a galera”, pontuou sobre o Tomorrowland.

As expectativas para o futuro também estão altas. “Em breve vou anunciar a turnê Europeia. Não posso falar todos os shows ainda por questões contratuais, mas posso adiantar que tocarei em alguns lugares icônicos, não vejo a hora”, revelou.

“Não quero pensar nisso”, respondeu o DJ ao ser questionado se achava que estava no auge de sua carreira. “Eu acho que preciso focar em continuar evoluindo, melhorando, pra mim o termômetro são os fãs e as pessoas ouvindo e gostando das minhas músicas, trazendo elas pro cotidiano e eu fazendo parte disso tudo. A música é a alma do negócio sempre”.