Dodô, do Grupo Pixote, fala da gravação do novo DVD em meio à pandemia: ''Foi difícil''

O DVD do grupo foi gravado em 2020, no formato Drive-in, e o vocalista falou da nova experiência

Daniela Santos Publicado terça 26 janeiro, 2021

O DVD do grupo foi gravado em 2020, no formato Drive-in, e o vocalista falou da nova experiência
Dodô fala da gravação do novo DVD em meio à pandemia - Reprodução/Instagram

O Grupo Pixote lançou no dia 15 de janeiro o DVD Arena.

Devido à pandemia do coronavírus, o projeto foi gravado em formato drive-in, no Allianz Parque, em São Paulo, no dia 14 de agosto de 2020, e conta com 10 faixas inéditas, alguns pout-pourris e participações especiais da dupla Marcos & Belutti, Léo Santana e do Grupo Menos é Mais.

Em entrevista exclusiva para a CARAS Digital, Dodô, o vocalista do grupo, falou sobre os desafios de gravar o DVD com uma configuração diferente, refletiu sobre o período de isolamento social e adiantou os planos para 2021. O cantor explicou que já estava nos planos do Pixote gravar um DVD em 2020 e o novo formato foi uma solução para seguir com o projeto. 

"A gente já ia gravar o DVD no ano passado, meio que já estava tudo pronto, e chegou a pandemia. O Drive-in veio num projeto que todo mundo começou a fazer e tudo começou a mudar. No Allianz começaram a fazer cinema, mas shows mesmo ninguém tinha feito e daí surgiu a ideia da gente fazer nesse formato e deu certo. Foi um desafio", revelou. 

Dodô falou da experiência de cantar para um público que estava dentro de um carro e contou que combinou com os fãs algumas formas de interação. "Foi uma experiência nova, a gente nunca tinha feito isso. No início do show a gente falou ao invés de palmas tocam as buzinas, as mãozinhas para lá e para cá eu pedi para a galera ligar a seta de um lado para o outro. A parte de interagir no show que as pessoas ligavam a lanterna do celular também não tinha mais, então pedi para todo mundo piscar o farol. Foi diferente o calor, mas mesmo assim deu para ouvir. Foi muito diferente o lance de ficar todo mundo dentro do carro e só a gente lá fora."

Com o momento complicado que todos estavam passando por conta da pandemia, o vocalista afirmou que teve receio de receber críticas ao decidir gravar o DVD, no entanto, ressaltou que o grupo buscou seguir todas as regras impostas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) para que todos os fãs que fossem ao local estivessem seguros. "Ficamos com receio porque estava todo mundo parado e vocês estão fazendo alguma coisa, mas a gente seguiu o protocolo de segurança certinho que foi exigido na época, que não podia sair do carro, todo mundo medindo a temperatura. O medo teve, mas a gente tentou fazer tudo dentro do protocolo para poder executar essa missão. Foi difícil para nós no sentindo de querer fazer e de repente receber críticas, mas deu tudo certo, graças a Deus, e foi tudo lindo", garantiu. 

Dodô ainda afirmou que o momento de isolamento foi importante para que ele repensasse sobre a vida, a carreira e dar mais atenção aos filhos. "A gente só viajava, nunca tinha tempo para os filhos, para nada. [A pandemia] foi boa nesse sentindo de poder pensar em outras coisas, ter novas ideias, às vezes a gente estava só trabalhando, trabalhando, e não tinha muito tempo de fazer coisas que você queria. Então esse período eu fiquei com as crianças, curti eles um pouco mais, já que eu sempre viajei, nesse sentido foi um mal que veio para o bem."

"Foi um período de repensar a carreira, em tudo que a gente não fazia antes. Eu saia de casa na quinta-feira e voltava na segunda, sempre viajando, foi difícil se acostumar com isso, porque nós estávamos sempre pegando avião, viajando de ônibus, pegando a estrada e de repente parou tudo. Mas depois deu para gente pensar em algumas coisas diferentes também", ressaltou o cantor, que revelou que cozinhar é algo que ele adora fazer e durante os meses que ficou em casa se arriscou mais na cozinha. "Aprendi a cozinhar mais, eu adoro cozinhar."

Para 2021 Dodô adiantou que o Grupo Pixote não pretende fazer shows no formato drive-in, mas revelou que eles querem gravar um novo DVD, em Belém do Pará, e estão na torcida para que a população receba a vacina da Covid-19 para poder contar com o calor do público nesse novo projeto. "Estamos esperando [a vacina] porque a gente ainda quer fazer um outro trabalho, então talvez em junho ou julho estamos com outro projeto de fazer outro DVD que seria o Sunset 2. Se der tudo certo, com o público para ficar mais bonito, vamos fazer esse trabalho novo", completou o artista. 

Último acesso: 01 Dec 2021 - 02:41:45 (375151).

Leia também

TV CARAS