Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Música / MUDANÇAS!

Ariana Grande e Demi Lovato rompem com o polêmico empresário Scooter Braum

As cantoras Ariana Grande e Demi Lovato encerraram o contrato com o empresário Scooter Braum, envolvido em polêmica com Taylor Swift

Ariana Grande e Demi Lovato romperam com o empresário Scooter Braum, envolvido em polêmica com Taylor Swift - Reprodução: Instagram
Ariana Grande e Demi Lovato romperam com o empresário Scooter Braum, envolvido em polêmica com Taylor Swift - Reprodução: Instagram

Nesta segunda-feira, 21, alguns artistas decidiram romper seus contratos com o empresário Scooter Braum. O agente é famoso por gerenciar carreiras de artistas como Ariana Grande, Demi Lovato e Justin Bieber.

A revista americana Billboard confirmou que tanto Ariana quanto Demi já não estão sendo agenciadas por Scooter. A relação entre Ariana e Scooter vem desde 2013, quando a cantora lançou seu primeiro álbum "Yours Truly". Vale lembrar, que Ariana irá relançar este seu primeiro álbum ainda esta semana em comemoração aos 10 anos do disco.

Apesar o fim dos contratos não ter motivo aparente, fontes disseram a Billboard que o fim da parceria entre Scooter e Demi se deu porque a cantora está em uma nova fase de sua carreira, voltada mais para o rock. Inclusive, Demi lançará no próximo mês o álbum ‘Revamped’, onde regrava as grandes músicas pop de sua carreira em uma versão rock.

Além de Ariana e Demi, tabloides americanos começaram a circular boatos de que o relacionamento entre Scooter e Justin Bieber não estaria bom. Isso porque, alguns meses atrás Justin vendeu toda sua discografia para uma outra empresa. Porém, representantes de Scooter e Bieber negaram os rumores para o canal de televisão americano E!.

Vale lembrar que Bieber é o “protegido” de Scooter. Foi o empresário quem descobriu Justin em 2007, ao ver vídeos do menino cantando no YouTube. Desde então, a parceria entre os dois se mantém. Além de Justin, Scooter ainda é empresário da cantora Carly Rae Jepsen e da banda Black Eyed Peas.

Porém, além de ser empresário de grandes nomes, Braum também é conhecido por ser a figura central em uma grande polêmica do mundo musical. O conflito envolve a cantora Taylor Swift.

Entenda o conflito entre Taylor e Scooter!

Em 2005, aos 14 anos, Taylor Swift assinou com a gravadora Big Machine Records. No contrato, a cantora não tinha direito aos masters de suas canções. Ter os masters significa ter o poder de licenciar músicas para filmes, séries ou comerciais, por exemplo.

Nos seus seis primeiros álbuns, Taylor possuía os direitos autorais de suas canções, mas não era dona dos masters. Em 2019, a Big Machine Records foi vendida. E Scott Borchetta, fundador da gravadora vendeu toda a discografia de Taylor. Para quem foi os masters dos seis primeiros discos da cantora? Scooter Braum.

Eu descobri quando estava online, quando virou notícia. Ninguém sabia. Eu sabia que ele iria vender minhas músicas, sabia, mas eu não consegui acreditar para quem ele vendeu. Porque tivemos diversas conversas sobre Scooter Braum. E ele tem 300 milhões de razões para esquecer essas conversas”, disse Taylor em entrevista ao canal de TV americano CBS, fazendo referência aos 300 milhões de dólares pagos por Scooter pela discografia de Taylor.

Por conta disso, Taylor decidiu regravar todos os seus álbuns que foram vendidos. Os álbuns "Fearless", "Speak Now" e "Red" já foram relançados. Em outubro deste ano, Taylor lançará sua versão do disco 1989. Todos os álbuns a partir de 2019, quando lançou o "Lover", já pertencem à cantora.