Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Erika Januza comemora volta às telas na trama das 6

Retorno às novelas em 'Sol Nascente' e alegria com espírito camaleônico

CARAS Publicado em 17/07/2016, às 07h09 - Atualizado às 10h50

Erika Januza - CESAR ALVES
Erika Januza - CESAR ALVES

Envolvida com as gravações da novela das 6, Sol Nascente, com estreia prevista para agosto, Erika Januza (31) empolga-se por ter em seu trabalho a oportunidade de se renovar e viver transformações constantes. Por causa das cenas da personagem Júlia, por exemplo, a atriz revela que venceu o medo de mar e aprendeu a nadar. “Eu entrava na água em uma altura mínima. Está sendo ótimo para minha vida essa fase, é uma libertação. Estou disposta a deixar o medo de lado”, afirma ela, que tem feito aulas de natação e intensificado os exercícios físicos por causa dos figurinos curtos e praianos que usará na trama. “Eu faltava muito à academia. Agora, estou indo bonitinha, focada”, conta a atriz, em ótima forma, 57kg em 1,66m.

Na Ilha de CARAS, Erika revela como foram os últimos dois anos dedicados aos estudos e lembra da expectativa até receber o atual convite. “A ansiedade no momento é para ver o trabalho no ar. É preciso ter calma na transição de um projeto para o outro”, avalia. O début na TV foi como protagonista da série Suburbia, em 2012, e dois anos depois atuou na novela Em Família. “Quando comecei, me questionava se tinha passado credibilidade o suficiente para continuar na profissão”, explica ela, que trabalhava como secretária. Quatro anos após a estreia, ela tem a consciência de que escolheu uma carreira com obstáculos. “São muitas particularidades. E o fato de ser negra me leva sempre a personagens mais específicos. Não é simplesmente ser inserida em um contexto geral. Mas não gosto de colocar nada como empecilho”, afirma ela, que em outubro estará no cinema com O Filme da Minha Vida, de Selton Mello (43).

Para investir na atuação, Erika trocou a residência da família em Minas Gerais pelo Rio de Janeiro. Apesar da saudade, ela garante que está valendo a pena esse sacrifício. “Estou completamente adaptada à cidade. É a primeira vez que tomo conta de mim sozinha. Deus não me tirou da minha casa à toa. Ele tem um plano para cada pessoa. Sou muito religiosa. Gosto de ouvir o padre Marcelo. Minha vida já deu muita volta, muitos encontros inexplicáveis”, ressalta a atriz, que conta com o incentivo do clã. “É bonito de ver a alegria deles constatando a minha felicidade. Vou trabalhar feliz, estou fazendo cada cena com amor”, avisa Erika, atualmente solteira. “Estou tão leve, contente com essa oportunidade de trabalho, tão envolvida nesta novela, que esse assunto não é o meu foco no momento”, garante ela, sempre muito doce e sorridente. “Sou uma pessoa que é difícil ficar mal-humorada, de baixo astral. Não sei lidar bem com pessoas estressadas ou grossas”, reforça.