Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Datas Especiais / Especial

Fofuras: Conheça os bebês da novela ‘Cheias de Charme’

Conheça Isabela e Pablo, os bebês fofos que fizeram sucesso na novela ‘Cheias de Charme’

Redação Publicado em 27/09/2012, às 21h13 - Atualizado às 21h19

Isabela e Pablo: os bebês fofos de 'Cheias de Charme' - TV Globo
Isabela e Pablo: os bebês fofos de 'Cheias de Charme' - TV Globo

Os bebês de novela sempre fazem sucesso na trama e arrancam suspiros dos telespectadores. Na novela Cheias de Charme, cujo último capítulo irá ao ar amanhã, sexta-feira, 27, não foi diferente. Duas fofuras chamaram atenção logo em seus primeiros meses de vida: Isabela de França, de sete meses, e o pequeno Pablo, de apenas três meses.

Sem ter conhecimento de sua profissão, Pablo começou a trabalhar com apenas 15 dias de vida.  “Ele conseguiu o papel através de indicação de um produtor, que sabia que eu estava grávida e que iria dar tempo dele participar”, contou Mariana Pereira de Melo, mãe do bebê.

Apesar da indicação, Pablo chegou a passar por uma seleção com quatro outros bebês e acabou sendo o selecionado, interpretando o filho de Ariela Sarmento, personagem vivida pela atriz Simone Gutierrez (36).

Isabela tem uma história ainda mais curiosa. Logo em seus primeiros meses de vida, a menina teve que interpretar um garoto na novela. “Tudo começou quando uma produtora de uma agência que conhecia meu marido perguntou se podíamos levar minha filha pra gravar. Quando chegamos ao Projac, ficamos sabendo que eles queriam um menino”, revelou a mãe Gabriela de França. “Como não daria tempo de arrumar uma criança eles me perguntaram se eu me importaria de tirar o brinco da minha filha e deixar ela gravar como menino. Assim ela se tornou o Bebê Mathias”.

Na pele de Mathias, filho de Lia (Juliana Martins, 38), Isabela conquistou todo o elenco e equipe do folhetim. “Ela fez muito sucesso por ser uma criança muito calma e que não estranha ninguém”, explicou a mãe coruja.