Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Estrelas destacam a paixão das torcidas no Festival de Parintins

Letícia, Flávia, Susana, Paolla, Monique e a primeira-dama do Amazonas vibram com centenário dos bois e novo bumbódromo

CARAS Publicado em 02/07/2013, às 15h58 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Anfitriã do evento, a primeira-dama Nejmi Aziz é cercada pelas atrizes globais na festa dos bois Caprichoso e Garantido, que completam 100 anos - Samuel Chaves
Anfitriã do evento, a primeira-dama Nejmi Aziz é cercada pelas atrizes globais na festa dos bois Caprichoso e Garantido, que completam 100 anos - Samuel Chaves

A rivalidade centenária entre os bois Garantido e Caprichoso celebrada no 48º Festival Folclórico de Parintins atraiu estrelas para a Ilha Tupinambarana, localizada a 369km de Manaus. Reunidas no camarote vip no bumbódromo, arena em plena Floresta Amazônica onde acontece a disputa entre os bois-bumbás da qual o Garantido saiu vencedor este ano, as atrizes Letícia Sabatella (40), Flávia Alessandra (39), Susana Vieira (70),Paolla Oliveira (31) e Monique Alfradique (27) se emocionaram ao assistir a maior manifestação cultural do norte brasileiro. No ar como a protagonista Paloma de Amor à Vida e pela primeira vez no festival com o amado, Joaquim Lopes (33), Paolla contou que o ritmo da toada a emocionou.  “Estou louca com este espetáculo! Já  tinha visto uma apresentação dos bois  em Manaus, mas aqui é ainda mais  impressionante. Adoro ritmos regionais,  como o coco, e a toada é muito  contagiante. Também achei linda  a postura das torcidas”, disse ela,  recepcionada pela primeira-dama  do Amazonas, Nejmi Aziz (43), a  grande anfitriã da noite, e seu marido,  o governador Omar Aziz  (54). “O orgulho amazonense bate  mais forte durante o festival. Fico  honrada de morar em um Estado tão  rico e divulgar seu folclore”, declarou  Nejmi, Caprichoso de coração, ao  lado da ministra do Planejamento,  Miriam Belchior (55).  A empolgante participação das  torcidas vermelha e azul, respectivamente  dos bois Garantido e  Caprichoso, nas três noites do festival,  que sempre acontece na última  semana de junho, foi escolhida  por todos como um dos pontos  altos da festa. Localizadas em lados  opostos, elas se manifestam fazendo  coreografias, cantando e torcendo  com paixão enquanto seu  boi se apresenta. Quando ‘o contrário’,  como apelidam o adversário,  evolui na arena, o silêncio é  quase absoluto. “O mais bonito,  além de ser uma força coletiva produzindo  uma grande festa, é ver que  o princípio dos opostos  ute; presente nesta ópera popular.  Quando um lado não lembra que é  irmão, se torna oposto do outro.  Mas, ao lembrar essa irmandade, se  complementam”, analisou Letícia,  com o namorado, o atorFernandoAlves Pinto (44), e o promoterDavid Brazil (43), pela terceira  vez em Parintins. Habituée na  festa do boi e torcedora do Caprichoso  desde que o boi azul lhe  deu um beijo, Susana Vieira destacou  a estrutura do novo bumbódromo  que, construído em 1988,  passou por reforma e vai funcionar  também como centro cultural  e memorial dos bumbás. “Os parintinenses  merecem. É muito bonito  ver a dedicação e o amor que  eles devotam aos seus bois. E a  energia das torcidas é uma coisa de  que sinto falta no carnaval do Rio”,  destacou ela, que vive a Pilar de  Amor à Vida e teve a companhia  do noivo, o também atorSandro Pedroso (29), na festa.