Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Bia Arantes vive jovem depressiva em filme com Igor Rickli

Atriz protagoniza os curtas 'Azul Ou Aquilo Que Mais Te Inspira' e 'Memória do Amor'

CARAS Digital Publicado em 31/07/2014, às 15h13 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Bia Arantes no filme 'Azul ou aquilo que te inspira' - Divulgação
Bia Arantes no filme 'Azul ou aquilo que te inspira' - Divulgação

Em meio aos ensaios para voltar ao teatro com a comédia romântica A-traídos, Bia Arantes mergulhou nos dramas de Aline, protagonista do curta-metragem Azul Ou Aquilo Que Mais Te Inspira. Ela vive uma jovem que sofre de depressão, mas é ‘salva’ por Henrique, personagem de Igor Rickli.

“O curta fala sobre novas possibilidades. Uma frase que é emblemática na história é ‘mantenha seu coração aberto, não feche seu coração pra ninguém’”, explica o autor e diretor Pedro Jones. “Conta a história de uma menina que estava em depressão e aparece um cara que salva ela. Não digo que é o cara da vida dela, mas a tira de uma depressão”, continua. O filme, narrado por Giuseppe Oristanio, vai entrar em festivais e mostras de esquetes competitivas ainda em 2014.

Bia também é a protagonista do curta Memória do Amor, ao lado do ator Ronny Kriwat. No drama de Raimundo Junior, os personagens se reencontram no meio da cidade e discutem coisas sobre a vida de cada um e sobre um amor que acabou.

De férias da TV, a atriz estreia A-traídos com Bernardo Velasco e Daniel Blanco no dia 31 de agosto, no HSBC, em São Paulo.