Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Carnaval / HÁ 22 ANOS

Após divórcio, Marta e Eduardo Suplicy curtiram o Carnaval separados em São Paulo

Políticos, Marta e Eduardo Suplicy colocaram um ponto final no casamento em 2001 e curtiram o feriado no ano seguinte, no Anhembi

CARAS Brasil Publicado em 03/02/2023, às 06h30 - Atualizado em 06/02/2024, às 11h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
A ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy e seu namorado e Eduardo Suplicy - Foto: Divulgação/Caras
A ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy e seu namorado e Eduardo Suplicy - Foto: Divulgação/Caras

Há quase 22 anos, o sambódromo de São Paulo recebeu dois grandes nomes da política da cidadeMarta e Eduardo Suplicy. Na ocasião, os dois já estavam divorciados e curtiram o camarote vip do Carnaval paulistano separados.

Marta Suplicy, na época com 56 anos e prefeita da cidade de São Paulo, chegou ao local acompanhada de seu então namorado Luís Favre e deu entrevista à Revista CARAS enquanto acompanhava os desfiles e dançava embalada pelos sambas-enredo. "As Escolas investem muito na beleza do Carnaval, por isso, estou torcendo por todaselas."

Já Eduardo não conversou com a imprensa na ocasião, mas foi visto no sambódromo no mesmo dia que a ex-esposa, curtindo os desfiles. Os dois anunciaram a separação em abril de 2001, após passarem 36 anos casados.

Leia também: Madonna curtiu Carnaval do Rio de Janeiro ao lado de Jesus Luz, seu namorado da época

O ex-casal havia se conhecido ainda na adolescência, e juntos tiveram três filhos: André SuplicyJoão Suplicy Supla. Supla e João seguiram carreira artística e se tornaram cantores, enquanto André optou por se tornar advogado.

Após o divórcio com Suplicy, Marta foi casada com Favre entre os anos de 2003 e 2009, e, desde o ano de 2013, vive com Márcio Toledo. Nenhum dos dois teve outros filhos após colocarem um ponto final no casamento. 

OUTROS POLÍTICOS TAMBÉM ESTIVERAM NO CARNAVAL DE SÃO PAULO

Além de Marta e Eduardo, Lila Covas, na época com 69 anos, também decidiu curtir a festa na capital paulista. Viúva do governador Mário Covas, ela acompanhou a escola Leandro de Itaquera, que prestou homenagem ao político.

"Estarei no último carro com amigos queridos como Raul Cortez e Tônia Carrero. E o Mário estará conosco, abençoando", disse na época, a ex-primeira dama de São Paulo. Lila morreu em 2020, aos 87 anos, de causas naturais. 

Sua morte foi confirmada por seu filho e vereador Mário Covas Neto. No comunicado, ele negou que ela tenha sido diagnosticada com Covid-19. "É com profundo pesar e tristeza que comunicamos o falecimento de nossa mãe Lila Covas. Não haverá cerimônia fúnebre, em respeito ao atual momento. Assim que possível faremos as merecidas homenagens."

Em homenagem aos 30 anos da CARAS Brasil, relembre reportagens como esta clicando aqui.