Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Carolina Ferraz conta como conseguiu reconstruir os fios após o uso do megahair

Os cuidados de Carolina Ferraz com a beleza. Vitaminas, hidratação e limpeza de pele estão na listinha da atriz

Redação Publicado em 15/01/2013, às 19h13 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Carolina Ferraz - TV Globo / João Miguel Júnior
Carolina Ferraz - TV Globo / João Miguel Júnior

Não deve ser nada fácil para uma atriz manter os cabelos sempre lindos e saudáveis. A cada personagem, vem uma novidade. Uma tintura aqui, um corte ali, um alongamento acolá... E assim elas vão dando vida a muitas diferentes mulheres na ficção. E com tantos processos de caracterização, os cuidados são itens quase obrigatórios para elas.

Carolina Ferraz (45) que o diga. Quando interpretou a Lucinha em Pecado Capital, em 1999, ela precisou colocar um megahair que danificou todo seu cabelo. “Tem cabelos que se dão bem com o mega, outros não. O meu não se deu nada bem. Agora, ele está com uma consistência e volume melhores. Eu tomo vitamina, faço hidratação uma ou duas vezes por mês”, contou ela, que demorou um bocado de tempo para conseguir recuperar os fios, nos bastidores do programa Encontro com Fátima Bernardes.

A atenção com a pele também é prioridade para a atriz. “Eu uso muitos óleos na pele, desde os 25 anos. Minha mãe falava que eu tinha que usar e eu obedeci, acho que deu certo”, revelou. “Eu limpo a pele todos os dias, de manhã e antes de dormir. Gosto de dormir com a pele limpa e acordo já limpando também. Sempre passo um hidratante e uso protetor solar também”, ensina.

Prestes a completar 45 anos, no dia 25 de janeiro, e esbanjando beleza e elegância, Carolina concorda que para estar bem é preciso ter certos limites. “Nada vem de graça. A gente quer ser bonita e tem que ser bem tratada. O meu cabelo não vai ser o mais incrível do mundo, porque eu puxo e estico muito, diferente do cabelo da minha filha, que é virgem e maravilhoso. Mas eu acho que eu estou bem também. A gente vai correndo atrás e se ajudando”.