Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Gisele Bündchen faz relato sobre problemas psicológicos: ''Tive um ataque que durou 9 meses''

Modelo relembra episódios de pânico e reação dos pais

CARAS Digital Publicado em 15/12/2018, às 16h56 - Atualizado às 17h05

Gisele Bündchen - Globo/Estevam Avellar
Gisele Bündchen - Globo/Estevam Avellar

Gisele Bündchen abriu o seu coração para Luciano Huck durante o Caldeirão deste sábado, 15.

A convidada abriu o jogo sobre diversos temas delicados, entre eles saúde mental. "Eu tive um ataque de pânico que durou na verdade uns nove meses. Tudo eu achava que ia morrer", relatou.

Isso aconteceu quando ela tnha 23 anos, e tinha subido todos os degraus da carreira de supermodelo de maneira rápida. Segundo a diva, isso causou ansiedade nela. 

Seus pais só ficaram sabendo desse problema muitos anos depois, através do livro da modelo lançado em 2018. "O pai, quando ele leu, mandou uma mensagem falando: 'Eu não sabia que isso tava acontecendo contigo, me desculpa'. A mãe também estava toda emocionada, chorando, e eu falei: 'Mãe, por favor, eu tinha que ter passado por isso", contou. 

Também relembrou os tempos da escola e o bullying que sofria. "Eu era Olívia Palito, saracura... Porque eu era muito magra e tinha 1,78 m com 13 anos. Jogava vôlei e ficava um camarão quando eu jogava, então eu também era 'camarão. Eu podia ser boa na escola, eu podia ter boas notas, mas as pessoas adoravam gozar da minha aparência", relembrou.