Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / VIXI!

Wanessa Camargo jogou álbum de casamento no lixo? Entenda o que aconteceu

Assessoria de imprensa de Wanessa Camargo e fotógrafo explicaram o caso que deu o que falar nas redes sociais

por Surenã Dias

sdias_colab@caras.com.br

Publicado em 15/11/2023, às 19h03

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Wanessa Camargo e Marcus Buaiz ficaram juntos por 17 anos - Foto: Reprodução / Instagram
Wanessa Camargo e Marcus Buaiz ficaram juntos por 17 anos - Foto: Reprodução / Instagram

A cantora Wanessa Camargo voltou a ser alvo de comentários nas redes sociais por conta de detalhes envolvendo sua separação de Marcus Buaiz. O caso se iniciou após uma pessoa ter encontrado seu álbum de casamento em uma caçamba de lixo, em Goiânia. 

Na tarde desta quarta-feira, 15, o programa Balanço Geral exibiu uma reportagem na qual um homem, identificado como Marcos Bilim, falou sobre ter achado a lembrança em entulhos. Ele disse que não sabia o motivo dele ter parado no local e até tentou entrar em contato com membros da família Camargo.

"Eu queria devolver o álbum pra família. Apesar do casamento deles ter acabado, eu queria devolver, porque faz parte da história deles. [Mas] acho que nem a família acreditou. Entrei em contato com todos, mandei mensagem no Facebook e no Instagram e ninguém nem respondeu", declarou o rapaz. 

Com toda a repercussão, a assessoria de Wanessa veio à público tentar explicar o que pode ter acontecido. Segundo o comunicado, a artista não foi a responsável por descartar a recordação do casamento. “Wanessa segue com os álbuns e fotos em casa e não se desfez de nenhuma memória”, informou.

Leia também: Camilla e Wanessa Camargo se pronunciam após polêmica em família: "Não é justo"

Em outro trecho, a assessoria destaca que a situação pode ter sido causada pela empresa que ficou responsável por confeccionar o álbum, localizada em Goiânia. “A cantora continua com posse de todo o material que recebeu na época do evento. Se alguma cópia oficial foi descartada, a empresa das imagens, Prime, com sede em Goiânia, pode ter se desfeito do material que continham, assim como foi revelado que se desfizeram de outros materiais de casamentos”.

A empresa também se manifestou sobre o caso e confirmou que se tratou de um furto. "Sumiu da nossa empresa. Estava no arquivo morto. Como já tem 15 anos, o papel já não é o mesmo, a diagramação, várias coisas mudaram, até a capa", disse o fotógrafo Edgar Oliveira: "Esses álbuns antigos a gente mantém em um acervo".