Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / ALERTA

O que aconteceu com o dentista dos famosos? Neurocirurgião explica causa da morte e faz alerta

Em entrevista à CARAS Brasil, neurocirurgião explicou o que aconteceu com o dentista dos famosos e fez alerta sobre caso

por Mariana Krunfli, sob a supervisão de Arthur Pazin

mkrunfli@caras.com.br

Publicado em 19/09/2023, às 20h42 - Atualizado às 20h43

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Rafael Puglisi atendeu famosos como Jade Picon e Juliette - Reprodução/Instagram
Rafael Puglisi atendeu famosos como Jade Picon e Juliette - Reprodução/Instagram

A morte de Rafael Puglisi, conhecido como dentista dos famosos, chocou a web na última segunda-feira, 18. O profissional morreu após bater a cabeça em uma piscina, em decorrência de um traumatismo cranioencefálico. Em entrevista à CARAS Brasil, o neurocirurgião Feres Chaddad, professor e chefe da disciplina de neurocirurgia da UNIFESP, explicou o que aconteceu com o dentista dos famosos e a causa da morte, além de fazer alerta sobre o caso.

"O impacto do crânio contra o solo pode ocasionar uma alteração mecânica, elétrica e química na conexão dos neurônios que chamamos de concussão cerebral. Além disso, podem ocorrer sangramentos cerebrais, fraturas de crânio e de coluna cervical, todas essas alterações podem levar ao óbito", compartilhou o neurocirurgião sobre o caso do dentista dos famosos.

"Rafael pode ter apresentado uma concussão cerebral ou sangramentos, que podem ocasionar uma perda transitória de consciência, dependendo do impacto, uma lesão mais grave, inclusive a morte súbita. Além disso, a energia pode ser transmitida para a região que controla porções vitais do organismo, o tronco cerebral, causando alteração para respirar, por exemplo", acrescentou sobre a morte por traumatismo cranioencefálico.

Apesar de ressaltar a possibilidade da morte súbita no caso de Rafael Puglisi, Feres Chaddad ressaltou a importância do atendimento médico: "É necessário saber convocar o SAMU ou serviço de resgate, que tem profissionais treinados com protocolos como o 'ABCDE do trauma' para identificação de lesões ameaçadoras à vida que podem ser conduzidas no local de atendimento".

"Além disso, a chegada rápida a um serviço com neurocirurgia é de suma importância para identificação de alterações neurológicas por profissionais especializados. Algumas alterações secundárias ao trauma podem necessitar de cirurgia de emergência que, em certos casos, podem salvar a vida do paciente", completou.

Leia também: Assessoria de Neymar rompe silêncio após pronunciamento de Bruna Biancardi

O neurocirurgião também alertou que casos como o da morte do dentista dos famosos ainda são muito comuns, além de evitáveis. "Desde 1995, a sociedade brasileira de neurocirurgia desenvolveu a campanha 'Pense Bem'. É importante a conscientização da população para prevenção de quadros como esse, que geralmente ocorrem em casa. Mergulhos em piscinas, quedas de altura, acidentes automobilísticos, principalmente quedas de motocicleta, queda de tanques e pias, queda de fogões sobre crianças infelizmente são frequentes causas de morbimortalidade na população brasileira. As atividades, principalmente de crianças, devem ser monitoradas", aconselhou.