Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / Justiça

Jornalista detalha imagens de Daniel Alves em boate onde ocorreu suposto crime

Jesús Gonzáles Albalat, jornalista que assistiu aos vídeos da boate onde ocorreu suposto crime de Daniel Alves, fala sobre o caso do jogador de futebol

Daniel Alves - Getty Images
Daniel Alves - Getty Images

O julgamento sobre o caso de acusação de estupro do jogador de futebol Daniel Alves se inicia nesta segunda-feira, 5, em Barcelona. E no último domingo, 4, o programa Fantástico, da Globo, recebeu o jornalista espanhol Jesús Gonzáles Albalat, que assistiu aos vídeos da câmera de segurança do caso, para falar sobre as acusações contra o atleta.

Na entrevista, o jornalista falou sobre as versões dadas pela defesa de Daniel Alves, e apontou como elas sempre mudam ao longo da investigação. "O Daniel Alves muda de versão a cada vez em que as provas o deixam encurralado. Sai uma prova nova, ele diz outra coisa", disse Jesús.

O comunicador ainda falou sobre as acusações da vítima, que afirmou ter sido estuprada pelo jogador em um pequeno lavabo da boate. "Tem uma hora na pista de dança que o Daniel Alves pega a mãe dela e põe na altura do pênis dele. O Daniel diz que não, que foi ela quem passou a mão nele", afirmou.

Jesús ainda fala sobre o momento do vídeo onde Daniel foi visto entrando em uma pequena porta. "Só dá pra saber que é ele porque os sapatos brancos aparecem no reflexo de um espelho. Ele fica chamando a mulher e ela vai, segundo o depoimento dela, porque queria dizer para ele deixá-la em paz. Mas ele entra no lavabo e ela vai atrás", disse o jornalista. A vítima ainda afirmou que acreditava que a porta iria lhe levar para uma sala VIP e mais reservada, e não para um banheiro.

Logo depois, ele fala sobre o momento em que a denunciante sai do banheiro e fala desesperada com sua amiga. "Em poucos segundos, aparece o Daniel Alves. E em vez de parar e falar com ela, já que acabou de ter sexo consentido, ele faz uma curva e se afasta dela e da amiga. Claro, isso são as imagens. Dentro do lavabo, só os dois sabem o que aconteceu mesmo", afirmou Jesús.

O julgamento de Daniel Alves

Daniel Alvesenfrenta o julgamento contra o caso de acusação de estupro contra uma mulher em Barcelona, na Espanha, durante esta semana. A previsão é que as audiências na Justiça aconteçam até quarta-feira, 7, no Tribunal Provincial de Barcelona, sendo que o primeiro dia foi nesta segunda-feira, 5.

O atleta foi acusado de cometer estupro contra uma mulher no banheiro de uma boate de Barcelona no dia 30 de dezembro de 2022. No julgamento, o jogador recebeu o apoio de seu irmão, Ney Alves, e de sua mãe, Dona Lucia. A justiça também vai ouvir a suposta vítima em um depoimento fechado, uma amiga dela e uma parente.  A ex-mulher dele, Joana Sanz, também deverá prestar depoimento. 

Daniel Alves está detido de forma preventiva desde janeiro de 2023 e existe a possibilidade de que ele pegue 9 anos de prisão. Por enquanto, a justiça não tem um prazo para apresentar a sentença final. Porém, já se sabe que ele deverá pagar 150 mil euros como indenização para a suposta vítima por danos morais e psicológicos. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!