Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / ANDRÉ LUIZ ODIN

Ator de Funny Girl leva paixão pela arte da família aos palcos e entrega desejo: 'Todo artista merece'

Em entrevista à CARAS Brasil, André Luiz Odin falou sobre viver seu primeiro grande personagem em Funny Girl

André Luiz Odin vive Eddie Ryan em Funny Girl - Foto: Caio Gallucci
André Luiz Odin vive Eddie Ryan em Funny Girl - Foto: Caio Gallucci

André Luiz Odin, uma das estrelas do musicalFunny Girl, vive Eddie Ryan, seu primeiro grande personagem, na produção que está em cartaz no Teatro Porto, em São Paulo. Em entrevista à CARAS Brasil, o ator falou sobre levar a paixão da família pela arte aos palcos e entregou desejo de carreira: "Todo artista merece".

"Meus pais sempre apoiaram muito os filhos a terem relações com a arte. Meus irmãos faziam parte do Coral da Cidade de Salto, minha irmã era sapateadora também e meu irmão tinha uma banda de rock. Eles sempre foram inspirações e espelho para mim, acompanhava os ensaios e aulas. E isso fez com que eu me apaixonasse pelas artes também, principalmente pela dança", compartilhou o ator de Funny Girl.

Em cartaz com seu primeiro grande personagem no musical, André Luiz Odin também refletiu sobre o momento profissional que atravessa com Funny Girl: "[O personagen] chega em um momento onde vejo uma certa maturidade profissional em mim. Olho para trás e consigo perceber uma trajetória artística muito bonita. Cada trabalho que fiz, aprendi algo, cada produção que participei, cada artista que conheci, cada professor".

"Tudo que vivi e vi agregou positivamente na minha vida e, claro, com muito profissionalismo e amor por essa profissão. Sem isso, acredito que não seria possível dar vida ao Eddie Ryan. Estou muito feliz e realizado. Só tenho a agradecer", completou o ator de Funny Girl.

Leia também: Barbara Bruno completa 50 anos de carreira com feiticeira em peça: 'Liberdade'

André Luiz Odin ainda comentou que não pretende se manter somente no mundo do teatro e que deseja estrear no audiovisual: "Tenho [planos], sim, só me falta uma abertura nesse meio - olá produtores de elenco [risos]. Acho que uma oportunidade indispensável, hoje em dia, é aquela onde percebo a valorização do meu trabalho. A valorização e respeito que todo artista merece".