Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Vera Fischer: melhor fase aos 58 anos

Ela comemora aniversário em seu dúplex e diz que hoje é quase uma santa

Redação Publicado em 04/12/2009, às 19h17

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Totia, Dira, Regina, Wilker, a aniversariante, Ana Beatriz Nogueira e Soraya Ravenle: festa íntima. - FOTOS: IVAN FARIA, RAMIRO DE JESUS E SELMY YASSUDA/ARTEMISIA FOT. E COMUNICAÇÃO
Totia, Dira, Regina, Wilker, a aniversariante, Ana Beatriz Nogueira e Soraya Ravenle: festa íntima. - FOTOS: IVAN FARIA, RAMIRO DE JESUS E SELMY YASSUDA/ARTEMISIA FOT. E COMUNICAÇÃO
É com tranquilidade e despreocupação que Vera Fischer (58) encara o passar dos anos. Mesmo ao relembrar o auge da juventude, a atriz garante que não voltaria no tempo. "Aos trinta anos não tinha rugas, é verdade. Mas me gosto muito mais agora", assegura, pouco antes de receber cerca de 120 convidados para celebrar o aniversário em sua cobertura no Leblon, Rio, acompanhado com exclusividade por CARAS. Ao lado dos filhos, Gabriel (16), da relação com Felipe Camargo (49), e Rafaela (30), com Perry Salles, morto em junho de câncer, Vera fez um balanço da vida. "Se antes alimentava desavenças, hoje não faço mais isso. Aprendi a amar o próximo, a mim mesma e a perdoar aqueles que um dia me feriram. Já fiz muita burrice, mas, hoje, sou quase uma santa", garante. Com vestido de Carlos Tufvesson (40), a atriz recepcionava todos com seu espírito acolhedor. "Vera é vital para aqueles que a conhecem. Me encanto com a energia que põe em tudo. É uma figura iluminada", elogia Regina Duarte (62). Colegas de Caminho das Índias, mais recente novela da atriz, que terminou em setembro, Dira Paes (41), Totia Meirelles (50), Victor Fasano (50) e Anderson Müller (40) também prestigiaram. "Vera é plural, uma mulher que não se acomodou na grandiosidade de sua beleza. E é extremamente afetuosa", conta Dira, que presenteou a aniversariante com o livro que escreveu no ano passado, Menina Flor e o Boto. O elenco da trama de Gloria Perez (60), ganhadora do Emmy Internacional de Melhor Telenovela, aproveitou o momento para comemorar também o prêmio. "Os brasileiros devem se orgulhar muito da nossa Gloria e de toda a equipe, que deu vida a essa história tão ousada", comove-se Totia. Amiga de Vera desde Laços de Família, novela de Manoel Carlos (76), de 2001, Soraya Ravenle (47) fez questão de exaltar a anfitriã. A atriz e cantora, que também celebrava aniversário, lembrou o tempo em que contracenaram juntas. "Ela é uma companheira extremamente generosa, recebe de braços abertos. É daqueles poucos seres humanos que não olham somente para o próprio umbigo, se preocupam com o próximo", justifica Soraya. No parabéns, a eterna musa parecia realizada. No campo profissional, se reinventa a cada instante. Em março, lançará o primeiro romance, Alegra. No amor, a atriz, que não assume um namoro há quatro anos, desde o fim com o diretor Marcos Paulo (58), conta que não tem pressa. "Não é o momento. Faz tempo que não namoro, acho chato. As pessoas querem me enquadrar em suas vidas. E, com a idade que tenho, não vou morar com mais ninguém. Quero alguém que cuide de mim, mas sem tolhir minha independência", avisa. "Por enquanto, o único homem da vida dela sou eu", completa o caçula, Gabriel, com ar protetor. O único toque triste da noite era dado pela saudade de Perry, que morou no apartamento da atriz em seus últimos meses de vida. "Mas sei que ele me abençoa de onde está agora. E fica feliz por me ver bem", emociona-se Vera, cercada pelo autor Ricardo Linhares (47), o ator José Wilker (62), as atrizes Sônia Clara (61) e Sylvia Bandeira (58), o cabeleireiro Gilberto Moraes (61) e a advogada Ludmila Pimentel (47).