Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

GUSTAVO BORGES E A SUA DOCE PAIXÃO POR VINHOS

Com a mulher, Bárbara, ele viaja a Portugal e é admitido na Confraria dos Enófilos do Alentejo

Redação Publicado em 18/12/2008, às 13h46 - Atualizado às 14h05

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Gustavo e Bárbara encantados com a região do Douro.
Gustavo e Bárbara encantados com a região do Douro.
O que era um antigo prazer de um gourmand sem maiores pretensões transformou-se, desde novembro, em uma honraria oficial. Mais novo integrante da Confraria dos Enófilos do Alentejo, o ex-nadador e empresário Gustavo Borges (36) viajou a Évora, Portugal, para participar da solenidade de sua entronização como confrade. Acompanhado da espanhola Bárbara Borges (34), com quem está casado há dez anos, ele também conheceu outras importantes regiões vinícolas do país europeu. Foi em terras lusas que o ex-medalhista olímpico da natação - indicado para a confraria por seu representante em São Paulo, o empresário português Manuel Chicau (50) -, soube detalhes dessa honraria. "Sou o único brasileiro admitido na instituição neste ano, e também o primeiro atleta a receber a homenagem", conta Gustavo, dono de rede de academias e de metodologia de ensino de natação. Com a entrada dele, o Brasil contabiliza, agora, 21 confrades residentes no país, o único fora da Europa a contar com uma delegação. "O convite foi feito há dois anos. Nesse período, eles avaliaram minha inscrição. Para mim, é uma honra muito grande. Não sou um profundo expert no assunto, mas tenho grande paixão pelos vinhos daqui. Entre as minhas uvas preferidas, trincadeira, aragonez e alicante bouschet são especiais. Os tintos alentejanos, aliás, são fantásticos, se bem que certos pratos, como frutos do mar, vão muito bem com os vinhos brancos da região", afirma Gustavo, mostrando familiaridade com o universo da vinicultura. "Na verdade, eu sempre gostei de gastronomia. Gosto de ler sobre o assunto e mais ainda de harmonizar o menu com os vinhos corretos", complementa ele. O roteiro foi sob medida para o gourmand Gustavo e sua Bárbara, e ainda teve sabor de lua-de-mel, uma vez que os filhos do casal, Luis Gustavo (9) e Gabriela (6), ficaram com os avós paternos no Brasil. "Passeamos por Évora, o Porto e as regiões produtoras banhadas pelo Douro, vamos a Fátima e Coimbra. Vou guardar a melhor das impressões desse roteiro, pelo prazer de estar acompanhado de amigos portugueses e por visitar pontos interessantes do ângulo turístico e gastronômico. Provei pratos fantásticos em lugares inesquecíveis", avalia ele. Após a cerimônia de entronização de Gustavo Borges na confraria lusa - o atleta recebeu capa, chapéu e seguiu o ritual tradicional de tomar um gole de vinho tinto na 'tambuladeira', pequena ânfora pendurada ao pescoço - foi servido jantar. Apesar de toda a pompa da solenidade, os filhos de alguns confrades não titubearam: pediram ao expert em natação dicas preciosas sobre o esporte.