Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Franciely Freduzeski: 'Meu pai é meu herói'

Franciely Freduzeski fala da relação com o pai e relembra momentos importantes de sua vida, quando contou com o apoio do paizão

Redação Publicado em 05/08/2010, às 13h27 - Atualizado às 13h27

Franciely Freduzeski com pai, Autagenio Gonzaga - Arquivo Pessoal
Franciely Freduzeski com pai, Autagenio Gonzaga - Arquivo Pessoal
De férias desde o fim da novela Bela, a Feia, da Record, a atriz Franciely Freduzeski aproveitou o Dia dos Pais para fazer uma declaração e tanto ao 'seu herói' Autagenio Gonzaga, como ela mesma descreve o paizão. "Tenho o meu pai como herói. Me criou com muito carinho. Ele era engenheiro de uma multinacional e a gente só se encontrava de três em três meses, mas sempre fez todos os esforços do mundo para a gente ter as melhores roupas, colégios... Nunca deixou faltar nada. Quando chegava de viagem, sempre tinham presentes na mala", relembra ela, que nasceu em Laranjeiras do Sul, no interior do Paraná, e depois seguiu para o Rio de Janeiro em busca de seus sonhos. E quando o assunto é determinação, Franciely logo se lembra de 'seu' Autagenio. "Somos muito parecidos. Ele me entende. Quando pensei em morar no Rio de Janeiro, foi a primeira pessoa a me dar apoio total. Entendia que eu tinha que sair de casa cedo, pois fez a mesma coisa na juventude. Meu pai é extremamente trabalhador, honesto, rabugento, mas ao mesmo tempo, bem engraçado. Hoje, se moro no Rio e conquistei o meu sonho de ser atriz, dou graças a Deus e a ele, porque sempre me deu muito carinho, atenção e me mandava dinheiro para poder pagar os meus custos no Rio até eu me virar sozinha", conta.