Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

O fascínio de Nadja Haddad pelo Boi de Parintins

Morena empresta beleza à grande exaltação dos bois, vencida pelo Caprichoso

Redação Publicado em 29/06/2010, às 17h42 - Atualizado em 02/07/2010, às 17h17

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Às margens do rio Amazonas, na ilha de Parintins, a bela Nadja se prepara para a grande festa.
Às margens do rio Amazonas, na ilha de Parintins, a bela Nadja se prepara para a grande festa.
A grande festa de Parintins, o maior festival folclórico do Brasil, deu este ano a vitória ao boi Caprichoso, representado pela cor azul, que pela 18a vez em 45 anos de festa, ganha do rival, Garantido, simbolizado pelo vermelho. Quem viveu de perto toda a emoção do Bumbódromo, a grande arena onde os integrantes das agremiações exibem seus enredos, foi a apresentadora da Band Nadja Haddad (29), que transmitiu o grandioso espetáculo. "Foi uma honra, um trabalho que fiz com muita dedicação, amor e carinho. Parintins é linda", elogiou ela. Quem também vibrou com o brilho da festa foi a cantora baiana Daniela Mercury (43), convidada especial do Garantido, que pela primeira vez levou um artista não amazonense para participar das festividades. "Aqui o folclore ganha as ruas e se transforma na expressão máxima da cultura. Foram três dias mágicos em que o coração bateu mais forte, ao ritmo da toada", comentou Daniela, que usou vestido branco e dourado confeccionado pela estilista alagoana Martha Medeiros (48), com adereços feitos pelas costureiras de Parintins. Com lágrimas nos olhos, Daniela cantou o Hino Nacional e em seguida a canção Paixão do Coração, feita para o festival deste ano e gravada por ela. Durante três noites seguidas, 25, 26 e 27, cerca de 40000 pessoas torceram por seus bois favoritos. O Caprichoso trouxe o enredo Melodia Natural - Um Canto de Amor à Vida, com o qual fez 1235,4 pontos, apenas dez pontos à frente do Garantido, que defendeu o tema Paixão no Nordeste Brasileiro. Para Daniela, a grandeza do espetáculo não deixa ninguém indiferente. "Nem o espectador mais frio conseguiria não se envolver com tal magia", avaliou a musa. Parecido com o Carnaval carioca no quesito animação, Parintins difere na concepção ao desenvolver o enredo como uma ópera popular. E, com a beleza e charme de Nadja e Daniela, só se torna mais majestoso.