Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Revelações do ex-RBD Christian Chávez

O ex-RBD Christian Chávez revela quais são os seus ídolos na carreira de ator e cantor e também como foi a reação das pessoas ao saberem que ele é homossexual. Confira entrevista!

<i>por Priscilla Comoti</i><br><br> Publicado em 20/09/2010, às 17h58 - Atualizado em 22/09/2010, às 15h44

Christian Chávez - Divulgação
Christian Chávez - Divulgação
Durante uma curta passagem pelo Brasil para se apresentar em dois shows de sua turnê solo do CD Almas Transparentes, o cantor e ator Christian Chávez, ex-integrante do grupo de sucesso RBD, revelou as suas inspirações musicais. O repertório do rapaz tem de tudo um pouco, desde The Beatles até música disco, passando inclusive pela artista que não sai de sua lista de músicas favoritas, a Lady Gaga. E, com todos os gêneros diferentes que o levam a fazer um pop no seu novo trabalho, ele também passa por cantores brasileiros, como Alexandre Pires e Sandy. O cantor se declarou homossexual há pouco tempo e afirma não ter sofrido nenhum preconceito, mas sim ter contado com muito amor e carinho de seus fãs ao redor do mundo. "Eu sinto que os meus fãs ficaram mais próximos", disse ele em conversa com o Portal CARAS em um hotel na capital paulista. Confira abaixo trechos da conversa com Christian sobre carreira, vida pessoal e seus ídolos. - Há pouco tempo você anunciou mundialmente que é homossexual. Como foi a reação dos fãs e dos seus familiares? - Foi maravilhosa, nunca imaginei que fosse acontecer de uma forma tão agradável e tão charmosa. Para mim foi maravilhoso ver o apoio das pessoas. E agora tenho o dobro de responsabilidade de lutar também pelos direitos das minorias. Não sofri nenhum preconceito, tudo vai muito bem. Eu sinto que os meus fãs ficaram mais próximos. - Você está namorando? - Agora não... Estou solteiro. Mas eu sei que algum dia essa pessoa vai chegar. Estou relaxado, esperando que a vida me surpreenda. - Você é vaidoso? Como cuida do seu corpo? - Não sou muito, sou normal. Gosto de arrumar o cabelo, mas nada muito metrossexual. Eu vou a academia e gosto de fazer exercícios, tomo muita água durante todo o dia, que é um grande conselho que posso dar para as pessoas. E, eu também tento manter uma alimentação saudável durante a semana. De segunda a sexta-feira não como besteiras e doces, nada, procuro comer mais proteínas, mais coisas saudáveis. Já no sábado e domingo tento deixar um pouco a dieta de lado. - E como está a sua passagem pelo Brasil? - Estou muito feliz, é algo impressionante. Eu lembrava muito da paixão dos brasileiros da época em que vim para cá com o Rebeldes, mas nunca pensei que me receberiam com tanto amor. - O que você acha dos fãs brasileiros? - Vou dizer algumas palavras que identificam eles: paixão, amor total, entrega, alma... Isso é algo indescritível. Converso com eles todo o tempo pelo Twitter. Fico encantado em poder escutar as histórias das pessoas e como se sentem quando ouvem as minhas músicas. E eu também conto as minhas histórias para eles. - Existe algum artista brasileiro que você admira? - Sim! Alexandre Pires, eu gosto muito do som dele. Também a Ivete Sangalo, a Sandy, enfim, gosto bastante da música brasileira. - Quais são os seus ídolos na carreira de cantor? E na de ator? - Todos! São muitos (risos)! The Beatles, Queen, amo muito a Shakira, fico encantado com a Lady Gaga, Usher e também gosto do Justin Bieber. Eu ouço muito pop, sou totalmente pop, mas também curto rock dos anos 50 e 60 e a música disco. Já carreira de ator também tenho muitos ídolos. Nas mulheres, eu gosto de Meryl Streep, que é uma grande atriz, e nos homens eu fico com Jack Nicholson. - Como está a sua vida depois dos Rebeldes? - Está bem. Eu penso que toda a vida é um processo, tudo vai caminhando e estou muito contente por poder começar de novo, agora como um cantor solo. - Você sente falta da época de RBD? - Sim, obviamente, eu lembro deles todo o tempo, mas eu sei que é uma nova etapa na minha vida e tenho que seguir para algo novo. Nós ainda somos muito próximos, nos falamos todo o tempo, seja por telefone ou através do Twitter. - E como se sente lançando o seu primeiro CD solo? - É um sonho! Totalmente um sonho maravilhoso! Nunca pensei ter a oportunidade de fazer um trabalho solo, e agora ele está aqui. E estou promovendo aqui no Brasil.