Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Dilma, 1ª mulher a abrir Assembleia da ONU

Reunião com o presidente Barack Obama e homenagem em Nova York

Redação Publicado em 27/09/2011, às 17h40 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Reunião com o presidente Barack Obama e... - Reuters
Reunião com o presidente Barack Obama e... - Reuters

Primeira mulher a discursar na abertura da Assembleia Geral da ONU, em Nova York, a presidente Dilma Rousseff (63) não escondeu sua emoção com o feito. “Tenho muito orgulho de ser a primeira mulher, uma brasileira, a abrir este evento”, frisou ela, que começou e terminou sua fala exaltando a importância do sexo feminino na sociedade e sua participação na política. Durante e depois do pronunciamento, na semana passada, Dilma foi muito aplaudida pelos 193 chefes de Estado presentes. Em seu discurso, ela também abordou a crise econômica internacional, a questão da Palestina e o Conselho de Segurança da ONU. Capa da tradicional revista Newsweek, que enfocou seu estilo de governo e aspectos da vida pessoal, a mandatária do Brasil ainda participou de compromissos oficiais, com destaque para a reunião com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama (50), no Hotel Waldorf Astoria. Entre os temas abordados, a crise enfrentada pelo Tio Sam e países da Europa dominou a conversa, a portas fechadas. Durante a viagem, a presidente Dilma também foi homenageada em um jantar para 300 convidados e recebeu o prêmio oferecido pelo instituto norte-americano Woodrow Wilson, destinado aos que contribuíram para os serviços públicos, além de se encontrar, entre outros, com David Cameron (44), premiê do Reino Unido, e os presidentes Nicolas Sarkozy (56), da França, e Felipe Calderón (49), do México.