Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Moda: Haute Couture Fall 2011 Gaultier

Um tributo ao French style.

Por Bia Paes de Barros Publicado em 05/10/2010, às 19h34 - Atualizado às 19h58

Trench coats e tailleurs em modelagens fortes e sensuais traduzem o melhor do French style. - MARCIO MADEIRA
Trench coats e tailleurs em modelagens fortes e sensuais traduzem o melhor do French style. - MARCIO MADEIRA
O mais parisiense dos estilistas parece French style. Focado em duas trench coat - que desta vez Gaultier traduz a trench trabalha uma destas silhuetas, tailleurs chiffon marrom vintage, dress coat plissado de cinturinha biker, mais conhecida como perfecto, voltar às suas raízes em uma coleção que relembra seus clássicos e celebra o chamado silhuetas principais, uma delas representada pelo clássico aparece com mangas tipo morcego e leve volume nos quadris -, vontade sempre irreverente e provocativa de trabalhar o mix de alfaiataria masculina e sensualidade feminina. Se o a outra é representada pelas fortes estruturas nos ombros com algumas referências que nos levam ao glamour dos anos 1940. Os são destaque com modelagens bem ajustadas e saias com comprimentos comportados que traduzem toda a elegância do jeitinho francês de se vestir. Sem falar nas texturas, que se misturam: veludo preto com milimetricamente drapeado. Alguns looks de couro também aparecem com ares como no marcada e saia mídi. Mas a coleção não se constitui só de saias e vestidos. Calças com tecidos metalizados e bordados chegam e sugerem uma boa opção de tricô no melhor estilo noite de festa. Mais especificamente um duo de cardigã com colete fechadinho. Que tal? Só não vale esquecer do saltão e do make poderoso. Voltando ao desfile, mas ainda falando de peças esportivas em versão de gala, a jaqueta ganha tecido leve luxuoso e golas com a tão controversa pele. O mais interessante é ver a harmonia com que estes dois materiais se misturam. E, por falar em misturas, a cartela de cores repleta de tons escuros é abruptamente surpreendida por verdes cítricos, púrpura e fúcsia. O clima parisiense e o estilo de suas moradoras parecem estar muito bem representados nas mãos de Gaultier. Sensuais, fortes e, acima de tudo, autênticos.