Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Julianne Trevisol fala sobre o fim do namoro: "Não houve nada errado"

Em viagem para Cancún e recém-separada, ela festeja amadurecimento

CARAS Publicado em 20/07/2016, às 07h47

Com a paradisíaca vista do balneário mexicano, a atriz vive nova fase, dedicada ao quadro Super Chef - MARCOS SALLES
Com a paradisíaca vista do balneário mexicano, a atriz vive nova fase, dedicada ao quadro Super Chef - MARCOS SALLES

Aos 33 anos, a atriz Julianne Trevisol mudou. Segundo ela, o equilíbrio alcançado com a chegada de uma nova fase de vida trouxe mais tranquilidade e menos ansiedade para a sua rotina. “Nos útimos anos, ganhei um senso de responsabilidade maior e, ao mesmo tempo, uma tranquilidade de que as coisas não acontecem de nenhuma forma afobada, tem de ter calma. A vida é sempre uma busca”, ressaltou ela, durante tour por Cancún e também pelo sítio arqueológico de Tulum, na região da Riviera Maya, a convite da Aeroméxico e do Hotel ME Cancún. Recém-separada do ator Christian Monassa (20), com quem namorou um ano e dois meses, seu espírito reflete este novo momento. “Não tivemos um grande problema. Foi um namoro muito feliz, sempre fomos muito parceiros um do outro, mas por questões nossas, pessoais, achamos que deveríamos seguir sozinhos a partir de então”, disse ela, bastante discreta quanto ao assunto.

Após brilhar na novela global Totalmente Demais, em que interpretou a it-girl e blogueira Lu, encerrrada em maio, a atriz se dedica agora ao quadro de competição culinária Super Chef Celebridades 2016, do programa Mais Você, comandado por Ana Maria Braga (67), na mesma emissora. “Sempre gostei de cozinhar, mas não sabia, apenas experimentava e testava algumas coisas. O Chris, inclusive, me incentivou a entrar no programa. Estou amando participar, indo bem no jogo, com boas notas. Estou muito focada e aproveitando esse universo pelo qual estou apaixonada”, garante.

Como se sente após o término do namoro?
Não tenho nem muito a dizer, mas estamos bem e somos amigos, não houve nada errado. Agora, vou focar na minha carreira e nos meus projetos profissionais.

Como avalia a sua participação no Super Chef Celebridades?
Estou amando, mergulhada neste universo! Até penso em abrir uma cantina italiana, tenho ascendência italiana e o workshop das massas foi meu preferido. Quero sair do programa e continuar estudando. Estou muito dedicada, chegando em casa e treinando, estudo após as aulas, faço perguntas o tempo inteiro aos chefs. Cozinhar, para mim, é uma terapia. Acho que nem se estivesse fazendo um curso de culinária aprenderia tanto! Sem contar que é um desafio, pois gosto de fazer tudo com calma e participar de provas, ter que fazer tudo na tensão, tem sido um desafio constante.

O que achou da viagem?
Cancún é um lugar perfeito para descansar e se divertir. Conheci praias incríveis e nunca vi uma água tão azul. Tudo é muito limpo e organizado. Sou canceriana, organizada e muito chata com a limpeza das minhas coisas. Então, me identifiquei. A natureza é tratada com amor pelas pessoas, como se fosse o mais importante no turismo do local. Saí renovada com essa energia.

Pensando na sua última personagem, a Lu, ela lhe deixou a moda como um novo caminho?
Com certeza. Sempre tive muita personalidade para me vestir, mas era de uma forma mais intuitiva. Já tive estilos mais rock, mais punk, mais colorido, eram formas de me expressar com personalidade. Ela abriu mais possibilidades para mim. Hoje, estou mais ligada nas tendências, me permitindo conhecer os estilistas e passear em todos os universos.

Lembrando dos vários testes que já fez para personagens, escutar um ‘não’ ajuda?
Sim, é muito importante saber ouvir um ‘não’ na vida. Dá estofo e traz crescimento entender que nem sempre as coisas são do jeito que desejamos e na hora que queremos, porque a vida tem o tempo dela. Exercito minha fé desta forma, pois ter fé quando tudo dá sempre certo é fácil. Sempre fui sonhadora e meus sonhos sempre foram metas. Procuro estar atenta e agarrar as oportunidades, fazendo delas o melhor que puder. Vivo meu melhor momento e as coisas sempre vieram para mim na hora certa.

O que mudou com a chegada dos 30 anos?
Essa virada dos 30 e pouquinhos serve para avaliar o que mudou em mim. Uma meia idade em que passo a dar muito valor ao tempo e à minha família. Após morar sete anos sozinha, voltei a morar com eles, desde o ano passado. Eu quero aproveitar mais tempo com meus pais, e com as pessoas que amo.