Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / Polêmica

Após condenar beijo gay, Nicole Bahls quebra o silêncio e rebate: ''Livre de preconceito''

Modelo foi chamada de homofóbica e falou sobre as críticas

CARAS Digital Publicado em 16/03/2019, às 10h34 - Atualizado às 11h04

Nicole Bahls - Reprodução/Instagram
Nicole Bahls - Reprodução/Instagram

Nicole Bahls usou as redes sociais neste sábado, 16, para falar sobre sua polêmica participação no programa Sensacional, exibido pela RedeTV!. 

Em depoimento para Daniela Albuquerque, a modelo desagradou a comunidade LGBTQ+ após falar sobre os beijos gays nas novelas.

"Em novela não acho tão legal. Nem hétero, nem homossexual. Às vezes tem criança assistindo, tem a família… Não acho que deve ser mostrado na TV. Mas em documentários, debates, ajuda muito”, disse ela que acabou sendo um dos assuntos mais comentados do Twitter.

Após muitas críticas, a ex-Panicat compartilhou uma foto na web e rebateu os comentários. "Amor, relacionamento entre homens, lésbicas, gays. Não depende só de beijo e sexo [para] ser passado na TV. Acho que pode ser passado tudo, casal de namorados que se amam gays, casais héteros, sem precisar passar intimidade. Não é só beijo e sexo que passam e ensinam a forma de amar. Sou contra cenas de sexo explícito em novelas, sim. Entre héteros, qualquer gênero. Sou do tempo que sentava para assistir Maria do Bairro com minha mãe e minhas irmãs na sala para aproveitar e matar a saudade da nossa mãe que passava o dia todo trabalhando para trazer comida para a casa".

Nicole continuou afirmando não ter nenhum preconceito. "Levanto a bandeira do amo independente do gênero. Respeito, carinho, lealdade. Não é com sexo que ninguém vai conseguir liberdade de expressão, nem agressões, nem beijos na TV [...] Sou a favor da proteção de crianças, gays, mulheres, homens, negros, idosos, tudol o que tem vida, até a planta. Amo os gas".

No final do texto, a morena ainda refletiu: "Sou livre de preconceito, qualquer tipo de preconceito. Aos que não me conhecem, estão perdoados pelas conclusões tiradas através de uma entrevista de mal gosto e maldade. Aos que me conhecem, obrigada por todo carinho amor. E viva a liberdade de expressão! Chega de fingir luta por liberdade com opressão contra liberdade de opinião. Cada um pega seu salto 15 e seja feliz", concluiu.

Confira: