revista Realeza

Gêmeos Jacques e Gabriella roubam os holofotes em festejo monegasco

Herdeiros do príncipe Albert II e Charlene Wittstock, irmãos encantam os súditos e imprimem leveza à dinastia dos Grimaldi

Revista CARAS Publicado sexta 3 julho, 2020

Herdeiros do príncipe Albert II e Charlene Wittstock, irmãos encantam os súditos e imprimem leveza à dinastia dos Grimaldi
Em Monte Carlo, Albert e Charlene entre Jacques e Gabrielle durante festa de Saint Jean - Getty Images


Em um universo em que os adultos são os grandes protagonistas, os gêmeos Gabriella e Jacques (5), herdeiros do príncipe Albert II (62), de Mônaco, e de Charlene Wittstock (42), roubaram a cena ao surgir ao lado dos papais na sacada do palácio da família, em Monte Carlo, durante os festejos de Saint Jean, aqui no Brasil conhecido como São João. Apesar dos hábitos e costumes diferentes, assim como no Brasil o país reúne grupos folclóricos e acende a tradicional fogueira. Dessa vez, no entanto, todo festejo aconteceu de maneira discreta e respeitando o distanciamento social. Apesar da timidez do evento, as crianças estavam entre as mais empolgadas. “Como todas as crianças, eles ficam animados quando falamos que teremos uma festa!”, disse Charlene. Essa é a primeira aparição pública dos gêmeos desde o início da pandemia. Os irmãos e a mamãe ficaram cerca de 15 dias sem ter contato com Albert. O príncipe foi diagnosticado com Covid-19 e precisou ficar isolado da família. “Nós nos falávamos sempre à noite. Contávamos histórias e como tinha sido nosso dia. Eu avisei às crianças que elas estavam seguras e que o papai estava doente, mas que logo estaríamos juntos”, lembrou o nobre, já recuperado.

Apesar de ter nascido dois minutos antes do irmão, Gabriella não é a primeira na linha de sucessão ao trono. Isso porque, segundo a tradição monegasca, os meninos têm preferência em relação às meninas. Segundo a mamãe, eles são, acima de tudo, grandes amigos e companheiros. “Os dois alimentam um carinho incrível um pelo outro. Conversam o tempo todo, brincam o tempo todo e, como é normal para a idade deles, às vezes, se estranham”, contou a sul-africana, que garante aprender com os herdeiros tanto quanto os ensina. “É maravilhoso acompanhar a evolução deles. Todos os dias é uma nova descoberta! Ser mãe me fez ter uma nova perspectiva de vida e dar ainda mais valor à vida. É um desafio diário e pelo qual eu me entrego totalmente”, exaltou a ex-nadadora.

Último acesso: 14 Aug 2020 - 06:21:04 (356055).

TV CARAS