Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Nick Carter cancela vinda ao Brasil após a morte do pai

O cantor anunciará uma nova data para evento com fãs em São Paulo e Rio de Janeiro

CARAS Digital Publicado em 18/05/2017, às 11h56 - Atualizado em 15/05/2019, às 11h05

Nick Carter - Instagram/Reprodução
Nick Carter - Instagram/Reprodução

O cantor Nick Carter cancelou sua vinda ao Brasil após a morte do pai, Robert Gene Carter, na última terça-feira, 16. Ele participaria de eventos com fãs em São Paulo e Rio de Janeiro no próximo fim de semana.

A empresa responsável pela vinda do cantor emitiu comunicado oficial nesta quinta-feira, 18, informando que uma nova data será viabilizada. "A YO Entretenimento informa ao público, imprensa e interessados em geral, que devido a uma fatalidade, o cantor Nick Carter não poderá comparecer ao evento EPIC CON que aconteceria nos dias 20 e 21 de Maio de 2017 em São Paulo e Rio de Janeiro, respectivamente. Trata-se de um momento difícil para o artista e sua família, que pedem respeito e privacidade neste momento. Nós da YO e toda a equipe do Nick Carter estamos trabalhando para divulgarmos uma nova data para o acontecimento do evento, que acontecerá com um cronograma diferente e novas atividades e surpresas", publicou.

Robert morreu aos 65 anos de idade. Nick e o irmão, Aaron Carter, usaram as redes socias para dar a notícia aos fãs. "É com o coração partido que eu quero dividir a notícia de que nosso pai, Robert, partiu na última noite. Enquanto nós descobrimos mais sobre  a causa da morte, e fazemos os procedimentos do funeral, nós pedimos por privacidade e respeito neste momento difícil", disse Nick. "Meu coração está completamente partido, estou em choque e eu te amo muito pai. RIP pai, eu te amo. Nós estamos muito tristes em ter te perdido tão cedo, pai. Você nunca foi humano para mim, você sempre foi o meu super herói da vida real", publicou Aaron.

+ Nick e Aaron Carter anunciam a morte do pai aos 65 anos