Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Eventos / One Day Golf

MATHEUS COSTA NO EMBALO DOS PAIS

COM O APOIO DO CLÃ, ELE VENCE A TIMIDEZ E DESTACA-SE NA TELEVISÃO

Redação Publicado em 26/04/2007, às 12h29

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Junto com Leila e Alexander, seus pais, Matheus vive dia de lazer na Ilha
Junto com Leila e Alexander, seus pais, Matheus vive dia de lazer na Ilha
Sentado à beira da piscina na Ilha de CARAS, Matheus Costa (9) parecia um anjo. E apesar das traquinagens típicas de um garoto da sua idade, ele garante que é um bom menino. Jovem ator - mas com seis anos de carreira - e aluno aplicado, Matheus já se acostumou a cumprir horários. E avisa que sempre chega nos estúdios da Record, onde grava como o Tiago, de Alta Estação, com o texto decorado. "Eu fico ansioso para gravar, mas dou conta, tiro nota boa e nem me canso", explica ele, que está na terceira série do colégio Martins, no Rio. Tanta disciplina vem da experiência em novelas como América e Cobras & Lagartos. Não à toa, ele se tornou xodó de atores como Mariana Ximenes (25) e Daniel de Oliveira (29) e diretores como Jorge Fernando (52) e Daniel Filho (69). Com eles, Matheus aprendeu truques da profissão. "Como sou pequeno, eles sempre colaboram muito, passam o texto comigo e me ajudam a decorar falas", conta ele, que já sabe o que vai ser quando crescer: "Quero continuar sendo ator, mas ainda tenho que aprender muito." Na companhia dos pais, a advogada Leila Costa (33) e o administrador Alexander Costa (34), Matheus deixou a responsabilidade de lado e aproveitou o mar de Angra dos Reis. "Odeio ficar parado, gosto mesmo é de curtir", revela. Entre os jogos preferidos do menino estão os de videogame no PlayStation e os campeonatos de basquete com o irmão Davi (6). Mas a faceta extrovertida de garoto é novidade para a família. "O Matheus quase não falava e estava sempre quietinho no canto dele. Eu o levei para a aula de teatro para ver se ele se soltava um pouco mais e agora está impossível", brinca a mãe, que sempre o acompanha nas gravações. "Por enquanto, atuar ainda é uma brincadeira para ele. Conversamos muito sobre o futuro, mas desejo apenas que meu filho seja feliz no caminho que ele escolher", resume Leila.FOTOS: RODRIGO QUEIROZ/SPECTRUM