Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Eventos / One Day Golf

GRANDE LANCE DE CID MOREIRA

O APRESENTADOR INVESTE EM ARTE EM LEILÃO NA ILHA DE CARAS

Redação Publicado em 23/02/2007, às 10h57

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cid Moreira dá seu lance no leilão de telas â¬Si veri falsiâ¬, realizado pelo leiloeiro Jonas Rymer e que festeja o lançamento da coleção As Pinturas Mais Valiosas do Mundo
Cid Moreira dá seu lance no leilão de telas â¬Si veri falsiâ¬, realizado pelo leiloeiro Jonas Rymer e que festeja o lançamento da coleção As Pinturas Mais Valiosas do Mundo
por Karine Tavares Amante das artes plásticas, o apresentador Cid Moreira (79) aproveitou o exclusivo leilão de telas "i veri falsi", na Ilha de CARAS, para incrementar sua coleção particular. Os quadros são obras únicas, feitas por pintores experts em cada um dos autores e que têm sua autenticidade reconhecida pela fidelidade em relação aos originais, expostos nos mais importantes museus do mundo. O evento comemorou o lançamento da coleção As Pinturas Mais Valiosas do Mundo, que a partir de 28 de fevereiro acompanhará gratuitamente a revista CARAS nas bancas com a história de mestres da pintura universal como Gustav Klimt (1862-1918), Picasso (1881-1973) e Van Gogh (1853-1890). A cada semana, o leitor receberá um dos 25 volumes da coleção, com a trajetória do artista, além de três super-reproduções das principais obras de sua autoria em papel especial. Ganha ainda um portacoleção exclusivo e um elegante conjunto de chá de porcelana chinesa com quatro xícaras e pires ilustrados com a obra Retrato de Adèle Bloch-Bauer I, de Klimt. Empolgado com as novidades, Cid Moreira arrematou na Ilha a réplica de Mata Mua, de Paul Gauguin (1848-1903), cujo original está na Fundação Thyssen, em Madrid. "Essas réplicas são muito interessantes, dão a possibilidade de ter em casa uma obra que só estaria acessível em um museu. Isso é maravilhoso", comemorou Cid, ao lado da mulher, a jornalista Fátima Sampaio (42), do advogado Casarim Jr. (39) e do casal formado pela atriz Janaína Lince (31) e pelo editor Evandro Martins Fontes (45). "Meu marido é apaixonado por arte. A primeira vez que fui ao antigo apartamento dele, fiquei impressionada com a quantidade de quadros na parede. E toda vez que viajamos ele traz mais alguma coisa", contou a Janaína ao lado do amado, que se encantou com o quadro Dánae, do austríaco Klimt . "Levaria para casa e o deixaria em uma posição de destaque. Até a moldura é linda", elogiou Evandro. Mas quem acabou arrematando a obra, no entanto, foi o empresário Tico Sahyoun (27), diretor de marketing da loja Bob Store. "Estou decorando meu apartamento porque vou me casar ano que vem. Só espero que minha noiva goste da minha escolha", disse ele, que em março de 2008 sobe ao altar com a dentista Aretha Monteiro. Pintadas por artistas renomados em seus países de origem, as obras "i veri falsi" são produzidas de acordo com as técnicas utilizadas na tela original. Um estudo minucioso é feito por restauradores e historiadores da arte e até mesmo o estado de espírito dos mestres da pinturaé levado em consideração na hora de se produzir o quadro. "Este projeto é muito legal porque as obras originais atingem preços inimagináveis e muitas nem estão à venda. Ficam em museus ou em coleções particulares", lembra o leiloeiro Jonas Rymer (40), que vendeu cada um dos quadros por 10 000 reais. Além de Gauguin e Klimt, foram leiloadas as réplicas de Pintura com Arco Negro, de Wassily Kandinsky (1866-1944) - arrematada pelo empresário Luiz Fernando Secali (30) -, e O Salão da Rue des Moulins, de Toulouse-Lautrec (1864-1901), comprada pelo empresário Lirio Parisotto (53). Aficionado por arte, Lirio tem em seu acervo pessoal mais de 200 peças, entre telas de Picasso, Di Cavalcanti (1897-1976), Anita Malfatti (1889-1964) e Candido Portinari (1903-1962). "A idéia do 'i veri falsi' é maravilhosa, até por questão de segurança. Esta é uma belíssima oportunidade", observou ele. O leilão foi prestigiado ainda pela apresentadora Adriana Bombom (32) e as atrizes Janaina Barbosa (29), Vanessa Bueno (27) e Isabel Fillardis (33), que não chegaram a dar lances. "Achei todas as telas lindas, mas só fui assistir. Gosto muito de arte de forma geral. Adoro as peças do Rodin e, na pintura, para mim, Romero Britto é horsconcours", revelou Fillardis.FOTOS:FERNANDO LEMOS, MARCELO BRUNO/KDL E MARIANA VIANNA/A7 FOTOGRAFIA