Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Esporte / Polêmica

Caso Neymar Jr: Justiça nega desarquivamento de processo de estupro

Ministério Público negou pedido da defesa da modelo Najila Trindade, que acusou Neymar Jr. de estupro

CARAS Digital Publicado em 22/08/2019, às 14h42 - Atualizado em 28/08/2019, às 22h25

Najila Trindade e Neymar Jr. - Reprodução/Record TV/Instagram
Najila Trindade e Neymar Jr. - Reprodução/Record TV/Instagram

A Justiça negou na última quarta-feira, 21, o pedido de desarquivamento do processo de estupro contra o jogador Neymar Jr.

Segundo informações divulgadas pelo site G1, o pedido foi feito pelo advogado da modelo Najila Trindade na Vara de Violência Doméstica de Santo Amaro, em São Paulo.

Ainda de acordo com o portal, a promotora Flávia Merlini não concordou com o pedido e afirmou que "não foram apresentadas provas novas" pela defesa da modelo.

Recentemente, Najila desabafou em entrevista ao UOL Esporte sobre o caso.  Foi uma explosão ali, porque no fundo eu sabia que não haveria justiça para ele, uma questão de honra também. Falei, cara, não vai ter justiça, mas vou fazer a minha. Eu acho normal, porque a palavra dele vale mais que a minha. É o caso de um jogador e eu sou só uma pessoa de família humilde. É muito mais fácil arquivar o caso do que ir atrás da verdade", ressaltou. Segundo o site SportBuzz, a loira esteve no  11º Distrito Policial de São Paulo para esclarecer o suposto arrombamento em seu apartamento.

Você quer ficar por dentro de todas as novidades do universo esportivo e dos seus atletas preferidos? Acesse SportBuzz.uol.com.br e não dê mais nenhuma bola fora com o seu time do coração!

EMBED: