beleza Musa!

Isabeli Fontana relembra sua trajetória na moda: ''As coisas não aconteceram de um dia pro outro''

Em live exclusiva nas redes sociais de CARAS, Isabeli Fontana relembra momentos marcantes de sua carreira e fala sobre a vida na quarentena

CARAS Digital Publicado terça 14 julho, 2020

Em live exclusiva nas redes sociais de CARAS, Isabeli Fontana relembra momentos marcantes de sua carreira e fala sobre a vida na quarentena
Em live exclusiva com a CARAS Digital, Isabeli Fontana relembra momentos marcantes de sua carreira e fala sobre a vida na quarentena - Reprodução/Instagram

O backstage do mundo da moda atraí muitos olhares curiosos daqueles que acompanham de longe o universo das passarelas.

Durante uma live exclusiva com nas redes sociais de CARAS, a modelo internacional Isabeli Fontana contou um pouco sobre sua trajetória profissional, revisitando antigos perrengues e marcos de sua carreira. 

Isabeli iniciou sua carreira internacional em Paris, quando tinha apenas 15 anos de idade. ''Foi difícil, toda carreira no iniciozinho é um pouco complicada! Fiz várias coisas, conheci vários clientes. As coisas não aconteceram de um dia pro outro. Ouvi muitos nãos. Mas Paris pra mim sempre foi o lugar mais complicado, porque é a identidade da moda real, tudo começou em Paris... é muito difícil'', disse ela, deixando bem claro que o apoio de sua família foi essencial para que não desistisse: ''Minha Família estava me fortalecendo a todo momento. Minha mãe tava comigo, dizendo: 'Filha vamos tentar mais um pouquinho, se não der certo a gente volta pro Brasil e ta tudo bem, ta tudo certo'. 'Quando fui pra Nova York é que as coisas realmente aconteceram pra mim'', afirmou.

Com toda a sua sinceridade e simpatia, a amada de Di Ferrero abriu o jogo sobre as dificuldades enfrentadas por uma modelo. ''Passei muito perrengue mesmo, perrengue assim no nível de ter que esperar a madrugada inteira pra fazer uma prova de roupa e quando você faz, o designer não gosta da roupa no seu corpo e te troca, coloca outra menina no seu lugar... perrengue pesado mesmo'', contou. ''Era sempre muito intuitivo, você sentia  como tava o fotografo. Se ele não tava em um bom dia ele te cancelava do shooting, então se você não estivesse servindo pra ele naquele momento, fazendo tudo do jeito que ele queria,  ele podia te mandar embora''.

Isabeli afirmou que, apesar da carreira de sucesso, chegou a passar por situações extremamente decepcionantes: ''Em um dos melhores anos da minha carreira, eu ia abrir o desfile da Chanel mas a roupa não entrava. A decepção foi muito grande. A gente se cobra, mas o designer cobra muito mais'', disse. ''Já tive crise de choro, já fui no banheiro chorar, um maquiador quase me bateu porque eu tava coçando meu olho. Puxavam tanto meu cabelo, parecia que iam arrancar tudo, mas eu me segurava firme e forte ali, segurava o choro e vambora'', relatou, mostrando que apesar das dificuldades, procurou se manter firme e forte.

Segundo a ela, este tratamento desumano em relação às modelos têm se transformado nos últimos anos. ''As pessoas estão ficando mais humanas dentro do mundo da moda por conta da internet, tá tudo muito aberto, então rola um certo medo de ser processado, de alguém ver. Hoje as pessoas têm mais voz, elas podem pegar o telefone e falar o que aconteceu'', constatou, relembrando que no início de sua carreira, as coisas eram bem diferentes: ''Na minha época não tinha pra quem falar, você ia embora. A gente não falava, a gente queria que gostassem de nós... Hoje a gente vive uma coisa mais as claras, na minha época tinha que ficar quieta, falava um A e mandavam embora. Modelo não era tratada como ser humano''.

A gata, que completou seus 37 anos no último dia 4 de julho, relatou também que além do tratamento, os padrões de beleza se transformaram. ''Quando eu comecei, eram só meninas novinhas, magrinhas, do mesmo perfil... Hoje me dia já tem de tudo né, eu acho muito bacana a integração, essa diversidade. Eu acho que a gente tá ali vendendo uma roupa, mas tem que  diversificar pra ser mais saborosa a coisa, porque a moda é isso, tem que vir com ideias incríveis e você tem que olhar e falar: ''Sou eu essa pessoa, eu quero isso, eu quero ser isso'', disse.

QUARENTENA

Questionada sobre o contexto atual, Isabeli falou um pouco sobre sua rotina de trabalho em meio à pandemia do novo coronavírus: ''Já fiz alguns trabalhos via Facetime, a gente fotografou de longe via celular, mas é estranho vai, normalmente eu sou a modelo do trabalho, não sou a maquiadora, stylist, cabeleireira, então eu tenho que fazer tudo... Não é fácil.. É bem difícil, por isso que quem trabalha com isso são verdadeiros artistas... é complicado'', disparou ela, que está completando seu quinto mês de quarentena.

''Pra mim nesse momento tá sendo uma coisa bem diferente de tudo que já vivi. Eu sempre fui uma pessoa bem espoleta, desde criança eu não parava um minuto, fazia tudo, milhares de coisas ao mesmo tempo. Sempre sai desse lugar de estar sempre fazendo coisas. Então nesse momento, que a gente é obrigada à não fazer nada, temos que ficar em casa e nos deparar com nossos próprios monstros '', pontuou.  ''No começo foi difícil, mas agora eu to gostando, arrumando jeitos de ficar bem, ficar menos ansiosa, comer melhor. Ai vem toda a história do bem-estar na minha vida'', revelou ela, abordando o importante papel da alimentação na vida de sua família.

''Quando a gente tá ansioso, a tendência é comer muito. Pra melhorar um pouco essa ansiedade gosto de fazer esses ''detox'' pro corpo ficar mais calmo'', e continuou: ''Não se trata de dieta, se trata de lifestyle, você realmente ter uma vida saudável e comer comidas que realmente importam para o seu corpo''.

A modelo ainda acrescentou que até o maridão é adepto destas pequenas transformações: ''Ele adora quando eu faço detox, o corpo dele responde super bem, super rápido. Ele fica com mais pic, dorme melhor, mais vigor, mais vontade de fazer música... tudo funciona  melhor a partir de uma alimentação mais saudável'', relatou ela. 

Sobre seus dois lindos filhos Zion, de 17 anos,  e Lucas, de 13, a morena afirmou que a quarentena possibilitou uma maior união familiar: ''Foi um momento que nos uniu mais! eu coloco eles na cozinha pra aprender coisas, os dois ajudam na casa!'', concluiu.

Receba notícias da CARAS Brasil no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!

Último acesso: 11 Aug 2020 - 00:16:00 (357131).