Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / ESTREANDO

Pyong Lee se joga no Carnaval pela primeira vez: ‘Energia surreal’

Em entrevista à CARAS Brasil, o influenciador compartilhou sobre sua primeira experiência com a festividade e projetos na carreira

Pyong Lee aproveita seu primeiro Carnaval - Caio e Thiago Duran / Camarote Salvador
Pyong Lee aproveita seu primeiro Carnaval - Caio e Thiago Duran / Camarote Salvador

No último domingo, 11, o ilusionista e ex-BBB Pyong Lee (31) foi uma das presenças confirmadas no Camarote Salvador. Esse é o seu primeiro Carnaval, por ser de uma família coreana, ele menciona que cresceu sem o costume de comemorar a festividade. Em entrevista à Caras Brasil, o youtuber comentou sobre sua experiência com o feriado: “Energia surreal”.

Pyong comenta que ficou impressionado com o grande número de pessoas no camarote: “Isso me surpreendeu muito, a quantidade de gente e a energia e frequência, todo mundo alegre, pulando, a música. Muito legal”

O ex-BBB compartilha que agora está em uma nova fase da vida, com planos de curtir ao máximo não só o Carnaval, mas também outras festividades ao longo do ano. 

“Eu vim de uma família coreana. Então, eu não tinha muito essa cultura. Esse foi o meu primeiro Reveillon. Esse vai ser meu primeiro Carnaval e já estão falando de São João, que também vai ser meu primeiro. Então, estou em uma fase nova”, diz . 

Durante a conversa, Pyong aproveitou para compartilhar que está solteiro há mais de um ano e cinco meses e que “estaria na pista”.

Propósito de vida

Sobre projetos profissionais, Lee diz estar focado no seu trabalho com saúde mental e bem estar: “O Brasil é o país mais ansioso do mundo e o quinto mais depressivo. Eu perdi meu pai para depressão, ele tinha 35 anos e virou um propósito depois que eu comecei a estudar a mente humana. É um propósito de vida. Faz sete anos que estou nesse universo”, comenta.

Pyong comenta que está abordando em suas redes sociais sobre saúde mental no reality BBB e os aspectos psicológicos de estar confinado dentro da casa mais vigiada do Brasil:“O BBB é um jogo, uma competição só que parece que vira torcida de futebol. As pessoas cancelam, atacam a família”, opina.

“Influenciador, artista, celebridade, a gente que escolheu esse caminho está exposto a crítica a hater, notícias e fofocas. Para quem está exposto publicamente é muito mais desafiador manter a saúde mental e sanidade”

Por fim, Pyong deixa um recado para as pessoas que costumam mandar discursos de ódio nas redes sociais.

“A pessoa gasta tempo e energia para jogar ódio e xingar, sendo que todo mundo tem seus sonhos, por que não colocar sua energia e foco nas coisas para cuidar da sua inteligência emocional, da sua carreira e trabalho?”, finaliza.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!