Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / ENTENDA

Justiça determina sigilo em ação de Alexandre Correa contra Ana Hickmann e Record

Defesa de Alexandre Correa entrou em contato com a CARAS Brasil para atualizar andamento do processo contra Ana Hickmann e Record

CARAS Brasil Publicado em 09/02/2024, às 13h10

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
A apresentadora Ana Hickmann e o empresário Alexandre Correa - Foto: Reprodução/Instagram @ahickmann
A apresentadora Ana Hickmann e o empresário Alexandre Correa - Foto: Reprodução/Instagram @ahickmann

A equipe de defesa de Alexandre Correa (51) informou nesta sexta-feira, 9, que a ação que o empresário move contra Ana Hickmann (42) e a emissora Record está em tramitação na Justiça de SP. De acordo com os documentos, o processo deve seguir em sigilo.

"Foi determinada a inclusão de Ana Hickmann como ré, e segredo de Justiça. Considerando a presença de interesse de menor foi solicitado parecer do MP [Ministério Público] e remessa posterior a Vara de Família", afirmou Enio Murad, advogado de Correa, à CARAS Brasil.

O processo se tornou assunto na última segunda-feira, 5, quando a defesa do empresário divulgou que Alexandre Hickmann Correa (9), filho do casal, teria entrado como um dos autores da ação, que pede um valor de R$ 15 milhões por danos morais.

Leia também: 'Se eu puder ajudar uma mulher, já cumpri minha missão', diz Ana Hickmann

No início da semana, a equipe de Ana Hickmann emitiu um comunicado oficial compartilhado com a imprensa, e afirmou que o empresário usaria o filho para benefício próprio, enquanto a apresentadora protege o pequeno.

"Diante de todas as acusações e violências, Ana protege e poupa o filho de ter acesso aos conteúdos constrangedores aos quais é submetida e lamenta a forma com que Alexandre Correa usa e manipula a criança em benefício próprio", diz trecho do comunicado.

"Alexandre é réu no caso de violência doméstica e adota condutas imorais para tentar prejudicar e descredibilizar Ana Hickmann. Nunca houve alienação parental por parte dela, tendo o judiciário negado todas as tentativas anteriores do ex-marido."

A ação judicial ocorre quase um mês após o empresário emitir um pedido de prisão em flagrante contra a apresentadora, alegando alienação parental. O pedido não avançou na Justiça, e o Ministério Público de São Paulo emitiu um parecer sugerindo uma multa caso a apresentadora descumprisse o acordo de visitas para o filho —o que não teria acontecido.

A apresentadora e o empresário foram encaminhados a passar pela Oficina de Pais da Justiça de Itu. Em dezembro, foi determinado que eles entrassem em uma vídeo chamada em 31 de janeiro, às 14h, para participar do programa educacional que orienta os pais a como agir em uma situação de divórcio.

CONFIRA PUBLICAÇÃO RECENTE DE ANA HICKMANN EM SEU PERFIL DO INSTAGRAM: