Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / TRAJETÓRIA

Júlio Fischer, de Amor Perfeito, relembra trajetória com Mariana Ximenes: 'Muita sorte'

Em entrevista ao Próximos Capítulos, quadro da CARAS e da Contigo!, Júlio Fischer entregou bastidores com Mariana Ximenes em Amor Perfeito

Júlio Fischer é autor de Amor Perfeito ao lado de Duca Rachid e Elísio Lopes Jr. - Foto: Paulo Belote/TV Globo
Júlio Fischer é autor de Amor Perfeito ao lado de Duca Rachid e Elísio Lopes Jr. - Foto: Paulo Belote/TV Globo

Júlio Fischer, um dos três autores de Amor Perfeito, finaliza mais uma novela com o encerramento da trama nesta sexta-feira, 22. Em entrevista ao Próximos Capítulos, quadro da CARAS e da Contigo!, ele relembrou trajetória com Mariana Ximenes (42), vilã do folhetim, e entregou bastidores com a atriz: "Muita sorte".

"Sou suspeito para falar da Mari, porque adoro ela, como todo mundo. Quando entrei na Globo, fiz a oficina de roteiristas e o trabalho de término era um roteiro. Esse roteiro caiu nas mãos do Jayme Monjardim, que adorou e fez o Brava Gente, uma adaptação de um conto do Erico Veríssimo. A Mari era a protagonista e falo para ela que ela foi a primeira protagonista que eu tive, fez lindamente com a direção do Jayme. Ela está ligada ao meu começo na Globo", relembrou o autor de Amor Perfeito.

"É uma atriz que admiro cada vez mais. Nessa novela, realmente, meu Deus do céu. Digo para ela que é uma daquelas atrizes que ainda tem o poder de surpreender. Por mais que você admire o talento, ela te surpreende. A Mari é desse tipo de atriz, e batalhadora", acrescentou sobre Mariana Ximenes.

Leia também: Autora de Amor Perfeito nega cura gay na novela e defende Érico: 'Escolhas'

O autor relembrou um episódio durante as gravações de Amor Perfeito ao lado da atriz: "Teve uma situação que tinha uma cena longa da Gilda e, na véspera de gravar, aconteceu alguma coisa que o capítulo ficou curto e aí me deram para aumentar uma cena da Mari com a Kênia Bárbara, que fazia a Lucília".

"A Mari recebeu a cena nova quando estava entrando no set para gravar. Ela já estava com toda a antiga decorada e me pediu meia hora para voltar ao camarim, porque ela gostou e falou 'vamos fazer essa'. Ficou meia hora decorando e voltou para o set arrebentando. A gente teve muita sorte com a Mari, porque o duelo entre as duas tinha que ser de igual para igual, foi um patamar altíssimo", finalizou sobre os bastidores de Mariana Ximenes em Amor Perfeito.