Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / Luto!

Internações e até atentado, MC Marcinho teve lutas durante a vida

Antes de falecer aos 45 anos, MC Marcinho teve várias internações, acidente de carro e até atentado

Nataly Paschoal

por Nataly Paschoal

npaschoal@caras.com.br

Publicado em 26/08/2023, às 10h07

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
MC Marcinho teve história de luta e internações - Reprodução/Instagram
MC Marcinho teve história de luta e internações - Reprodução/Instagram

O cantor MC Marcinho faleceu neste sábado, 26, após lutar por meses pela vida. Mas, essa não foi a primeira vez que o funkeiro fez isso. Com uma história de superação, o artista já havia sido internado várias vezes, inclusive, em 2006 ele ficou por oito meses no hospital após um acidente de carro.

O episódio aconteceu quando a van onde estava com sua equipe colidiu com um ônibus, causando a morte de duas pessoas. Ele ficou muito ferido sendo levado para um hospital particular para não ter a perna amputada. Por não ter convênio, o artista acabou gastando todo o dinheiro de sua carreira na ocasião.

Persistente, MC Marcinho voltou gradualmente ainda de cadeira de rodas e meses após o terrível acidente, ele sofreu um atentado. No carro com a família, ele sofreu uma tentativa de assalto e se livrou de quatro tiros dados pelos bandidos.

Em 2008, o funkeiro voltou a se apresentar de pé, mas por estar afastado dos palcos acabou fazendo shows para festas e aniversários para conseguir dinheiro.

INTERNAÇÕES DE MC MARCINHO

Em 2019, MC Marcinho foi hospitalizado ao apresentar um princípio de infarto. No ano seguinte, ele foi internado na CTI após contrair a COVID-19. Em fevereiro de 2021, a voz do hit Glamurosa ficou em coma por quatro dias em decorrência de uma infecção bacteriana no pé esquerdo, além de ficar mais três meses no hospital, pois a doença havia atingido seu pulmão.

No final de julho de 2021, Marcinho implantou um marca-passo após ter problemas cardíacos. Em 2023, realizou uma cirurgia para a troca de seu marca-passo, inserido em 2019, que começou a apresentar problemas. O artista foi internado no Hospital Copa D'Or, em Copacabana, no Rio de Janeiro, onde foi sedado e faz hemodiálise.

No final de julho, o artista foi hospitalizado com um quadro de insuficiência cardíaca e renal. Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória sendo intubado e sedado na UTI. Depois, precisou passar por uma cirurgia para o implante de coração artificial.

A cirurgia para implante de um coração artificial é feita para inserir um dispositivo de assistência ventricular (DAV), usado para bombear o sangue pelo corpo para auxiliar o coração humano. O aparelho costuma ser usado em casos de pacientes com insuficiência cardíaca.

Na última semana, ele foi retirado da fila pelo transplante de coração após a piora de seu quadro clínico. No Sistema Nacional de Transplantes, o receptor tem que ter os requisitos mínimos para conseguir passar pela cirurgia e receber o órgão.