Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

O Outro Lado do Paraíso: Adriana descobre que só tem mais um mês de vida

Jô e Beth são as únicas doadoras compatíveis, mas algo as impede de realizar a doação

CARAS digital Publicado em 31/03/2018, às 14h02 - Atualizado em 11/02/2020, às 12h31

Jô, Adriana e Beth - reprodução/Globo
Jô, Adriana e Beth - reprodução/Globo

Depois de receber a notícia que seu único rim restante está falhando e precisa de uma doação, Adriana (Julia Dalavia), descobre que só tem mais um mês de vida se não receber outro rim.

Sua mãe, Beth (Gloria Pires), aquela que a menina rejeita, é compatível. Mas, por conta do alcolismo, ela descobre que não vai poder salvar a filha, pois já está no estágio inicial de um quadro de cirrose. 

Jô (Barbara Paz) também tem o resultado de compatibilidade positivo, mas se nega a doar o órgão para a pisicóloga. De início se declara não apta fisicamente para passar pela cirurgia. Mas depois assume para Henrique (Emílio de Melo), pai de Adriana, que não gosta da garota.

Beth entrará em desespero por não poder salvar a filha. Mesmo durante a hemodiálise o médico dará a triste notícia para a família "Restam poucos dias. No máximo, um mês", dirá Aguiar. "Um mês para quê?", perguntará Henrique. "O rim dela não vai suportar", informará o especialista. "Está dizendo que minha Dri só tem um mês de vida?", perguntará o diplomata.

"Ela parece tão bem, adormecida. É difícil acreditar que só tem um mês", dirá Beth, aos prantos. 

A VINGANÇA DE CLARA

Após 10 anos internada em um hospício, Clara herda a fortuna de uma forte aliada que conquistou durante seu tempo no manicômio: Beatriz (Nathalia Timberg). A mocinha volta para Palmas com o intuito de recuperar seu filho e se vingar daqueles que ajudaram Sophia (Marieta Severo). Fundamentais para o plano da malvada, seus cúmplices também entraram na lista da vingativa.                                   

O primeiro alvo foi o psiquiatra, que a mando da megera escreveu o laudo usado para interná-la. Clara revelou para todos o caso secreto entre o médico Samuel (Eriberto Leão) e o motorista Cido (Rafael Zulu). Casado com uma enfermeira, o médico ficou completamente desmoralizado na cidade após a revelação.        

O segundo foi Vinícius (Flávio Tolezani), o delegado da cidade, que encobria as denúncias dos ataques agressivos de Gael contra Clara. Dessa vez a jornada da moça também trouxe justiça para a enteada do policial, que era molestada por ele quando criança. Levado ao tribunal o pedófilo foi condenado e mais tarde assassinado na cadeia.  O juiz Gustavo ( Luis Melo) se aliou a Sophia, separou a mocinha de seu recém-nascido e decretou sua interdição. O que ele não esperava é que ela descobrisse que na verdade o juiz era sócio do bordel da cidade e também traía sua esposa com as funcionárias do lugar.

Clara contou com a ajuda de Renato (Rafael Cardoso), mas prestes a se casar com o médico ela descobriu que ele também estava envolvido na trama para conseguir as esmeraldas. A vingadora o desmascarou em pleno altar

Desde o retorno triunfal da mocinha, Sophia e sua família já começaram a sentir o peso da vingança de Clara, e a malvada terminou passando um tempo presa e multada por trabalho escravo nas minas de esmeraldas. O ex- marido também não passou impune. Durante um encontro armado pela protagonista, Gael (Sérgio Guizé) tentou agredir e agarrar Clara, mas ela escapou e conseguiu provar que ele era um perigo em liberdade. O filho de Sophia terminou preso, mas, agora, em busca de redenção, ele tenta ajudá-la a fazer justiça.