Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Vestido sereia é destaque no Emmy Awards. Veja dicas para usar

O vestido sereia valoriza o corpo, mas pode achatar a silhueta se não estiver adequado ao tipo físico de quem está usando. A seguir, uma estilista dá dicas para não errar

Juliana Cazarine Publicado em 23/09/2013, às 15h16 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Inspire-se nas famosas e aprenda a usar vestidos sereia - Foto-montagem
Inspire-se nas famosas e aprenda a usar vestidos sereia - Foto-montagem

O modelo sereia é o segredo do sucesso no que diz respeito ao vestido de gala. E ao que parece, Sofia Vergara, Alyson Hannigan e outras famosas que foram ao Emmy Awards sabem disso. “É um modelo bem atual e elegante”, diz a estilista Julia Cencini. A cintura marcada valoriza o corpo, mas é preciso ter cuidado ao aderir: o modelo pode achatar a silhueta.

+ Roxo e verde se destacam no red carpet do Emmy 2013

+ Comediante Sarah Silverman vai ao Emmy com vestido de 60 dólares

Como é colado ao corpo, o ideal é que seja usado por mulheres magras, principalmente as que tem o tipo físico retângulo. “O vestido tipo sereia fica bem em quem é magra, porque é colado ao corpo, e não tem muito quadril, porque ele marca bastante a região”, afirma Julia. Quem tem a silhueta triangular, portanto, precisa evitar o modelo.

Para a mulher baixinha, o vestido sereia está liberado, desde que seja feito sob medida. “Se ela adaptar um vestido que já está pronto pode perder o detalhe do vestido. É melhor fazer um e usar o detalhe no ponto estratégico no qual ela não parece mais baixa e o detalhe não seja perdido”, aconselha a estilista.